PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses
Crivella determina fechamento de comércio no Rio a partir de terça-feira

Movimentação de consumidores no Saara, de comércio ambulante, no Rio de Janeiro (1201.dez.2017) - Fábio Mott/Agência Estado
Movimentação de consumidores no Saara, de comércio ambulante, no Rio de Janeiro (1201.dez.2017) Imagem: Fábio Mott/Agência Estado

Do UOL, em São Paulo

22/03/2020 21h17

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella , determinou neste domingo (22) o fechamento obrigatório do comércio da cidade a partir do primeiro minuto da próxima terça-feira, dia 24, como mais uma medida para conter a propagação do novo coronavírus.

As exceções são para farmácias, supermercados e hortifrutis, com recomendação para abertura 24 horas.

Padarias, com a recomendação de que se evitem aglomerações, pet-shops, postos de gasolina (as lojas de conveniência devem ficar fechadas), além de lojas e equipamentos médicos e ortopédicos também podem permanecer abertas.

As medidas valem por tempo indeterminado.

Praças de alimentação de shoppings podem continuar abertas, com recomendação para entrega delivery, e bares restaurantes também só poderão funcionar com entrega de produtos.

Bancos também devem ficar fechados.

As feiras livres voltam a ser semanais para evitar aglomerações de pessoas, mas as barracas serão submetidas a um revezamento para aumentar o distanciamento.

Escritórios, indústrias e consultórios podem permanecer abertos.

Cestas básicas

O prefeito anunciou a compra de 20 mil cestas básicas para distribuir a taxistas, ambulantes e outros profissionais autônomos.

Cotidiano