PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês
Bombeiros resgatam cobra de 1,5 metro em motor de caminhonete na BA

Aliny Gama

Colaboração para o UOL, em Recife

07/08/2020 22h44

Uma cobra da espécie jararacuçu (Bothrops jararacússu) foi resgatada por uma equipe do 17º Grupamento de Bombeiros Militar da Bahia, após o animal aparecer no motor de uma caminhonete que estava sendo reparado em uma oficina mecânica, localizada no loteamento São Paulo, em Barreiras (BA).

A jararacuçu é responsável por 90% dos envenenamentos de cobra no Brasil, segundo o Corpo de Bombeiros Militar. O animal é da família dos viperídeos e é encontrado, além do Brasil, na Argentina, na Bolívia e no Paraguai.

A cobra é chamada de jararacuçu, que significa na língua Tupi "aquela que tem um grande bote venenoso", pois consegue atingir o alvo na distância do seu próprio comprimento. A serpente adulta chega a medir até dois metros de comprimento.

Mecânicos realizavam a manutenção na caminhonete, por volta das 9h50 de ontem, quando perceberam o animal e se assustaram. Imediatamente, eles acionaram o Corpo de Bombeiros para capturar a cobra.

Os bombeiros usaram equipamentos de captura para retirar o animal do motor do carro e a colocaram em uma caixa própria para o transporte. A jararacuçu tinha aproximadamente 1,5 metro e estava agitada quando foi capturada. Depois, o animal foi solto na natureza em uma área de mata do município.

O Corpo de Bombeiros da Bahia alerta a importância da população não tentar capturar animais desse tipo para não colocar a vida em risco e que acionem os militares que são habilitados para atender a ocorrência com segurança.

Cotidiano