PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
3 meses
PE: Homem morre e tem corpo coberto por guarda-sóis em unidade do Carrefour

Do UOL, em São Paulo

18/08/2020 17h21

Um prestador de serviços morreu na última sexta-feira (14) quando trabalhava em uma unidade da rede de hipermercados Carrefour no Recife. Nas redes sociais, o caso gerou revolta.

Moisés Santos promovia produtos alimentícios no local quando sofreu um mal súbito e morreu. Para manter o local em funcionamento, funcionários bloquearam o acesso visual ao corpo de Moisés com tapumes e guarda-sóis.

Segundo o site Hypeness, o corpo de Moisés ficou no local entre as 8h e as 12h, até ser retirado pelo IML. A operação da rede, no entanto, foi muito criticada no Twitter e no Facebook.

Nos comentários de diversas postagens, o Carrefour lamentou a morte de Moisés e anunciou a mudança de protocolos, determinando o fechamento de lojas em situações como a ocorrida na capital pernambucana.

"Respeitamos e nos preocupamos muito com todos, e sentimos muito pelo falecimento do senhor Moisés. Informamos que os protocolos para que as lojas sejam fechadas quando fatalidades como essa acontecem já foram alterados, e estamos à disposição para apoiar a família do senhor Moisés", anuncia o Carrefour no Facebook.

Cotidiano