PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Esse conteúdo é antigo

Preso por suspeita de ataques a banco, rasgador de notas ostentava carrões

Tiago Tadeu Faria posa com Land Rover Range Rover Velar - Reprodução/Instagram
Tiago Tadeu Faria posa com Land Rover Range Rover Velar Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

12/09/2020 14h53

Tiago Tadeu Faria, preso ontem à noite em São Paulo por suspeita de envolvimento a vários ataques a bancos no Estado, tinha o costume de postar fotos com vários carros importados em suas redes sociais. O homem já havia sido preso antes, em 2012, por ter rasgado as notas dos jurados na apuração do Carnaval da cidade.

No Instagram do suspeito, que segue ativo, há fotos dele ostentando carros como um Land Rover Range Rover Velar personalizado na cor roxa. O modelo mais recente do veículo está na faixa dos R$ 300 mil reais. Há também fotos do empresário dirigindo outros modelos importados, como um Porsche.

Além dos carros, ele também usava a rede social para exibir os seus músculos, já que é dono de uma academia na zona norte de São Paulo, mesmo local onde acabou preso ontem à noite.

Entenda a prisão

Faria foi preso pela equipe da 5ª Delegacia de Investigações sobre Roubo a Bancos, do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic).

Segundo os investigadores, ele teria participação nos ataques contra agências do Banco de Brasil de Ourinhos e de Botucatu. Neste último caso, em 30 de julho, uma quadrilha com cerca de 40 integrantes promoveu uma madrugada de terror na cidade.

A polícia diz que Faria é suspeito ainda por casos de explosão em bancos do Rio Grande do Norte, em 2017, e de Iacanga, no interior de São Paulo, em 2016.

"A equipe da 5ª Patrimônio conseguiu informações sobre os deslocamentos de Faria. Os policiais conseguiram interceptá-lo na Avenida do Guacá. Não houve reação", divulgou o Deic em nota.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do informado anteriormente, o automóvel de Tiago Tadeu Faria é um Land Rover Range Rover Velar, e não um Land Rover Range Rover Evoque. A informação já foi corrigida.

Cotidiano