PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Mãe entrega filho à polícia após reconhecê-lo em imagens de assalto no PR

Câmeras de segurança filmaram a ação dos assaltantes e auxiliaram polícia na busca pelos suspeitos - Reprodução/RPC/Câmeras de Segurança
Câmeras de segurança filmaram a ação dos assaltantes e auxiliaram polícia na busca pelos suspeitos Imagem: Reprodução/RPC/Câmeras de Segurança

Colaboração para o UOL, em São Paulo

19/01/2021 12h41

Uma dupla de assaltantes invadiu uma casa na tarde do domingo (17), em Cianorte, no interior do Paraná. Os suspeitos levaram celulares, eletrônicos e perfumes do local. No entanto, as câmeras de segurança da casa filmaram o crime, e a polícia prendeu um dos suspeitos, após a mãe dele confirmar sua identidade através das imagens.

Como revelado pelas imagens das câmeras de segurança, os assaltantes pularam o muro e entraram pelos fundos da residência. Um casal de namorados estava na casa e foi rendido pelos bandidos — que, de acordo com os relatos das vítimas, ameaçaram pegar uma arma para intimidar uma criança que também estava no local.

Segundo informações divulgadas pela RPC, os homens colocaram celulares, eletrônicos e perfumes da casa em mochilas e saíram pela porta da frente da casa. A vítima entrevistada pelo canal estima que o prejuízo tenha sido de cerca de R$ 40 mil.

Após o assalto, as vítimas disponibilizaram a gravação das câmeras de segurança para a PM. Um dos suspeitos foi reconhecido pela polícia, que enviou uma equipe até a casa dele.

Ao chegar no local, os policiais mostraram as imagens do crime para a mãe do jovem, que reconheceu o filho de 23 anos, e chegou até a mostrar as roupas utilizadas no assalto, ainda sujas de lama, para os policiais.

O homem foi preso e levado para a delegacia. De acordo com a Polícia Civil, o segundo assaltante não foi localizado, mas ele utilizava uma tornozeleira eletrônica, o que deve ajudar na procura.

O delegado responsável pelo caso revelou à RCP que a polícia suspeita que o assalto tenha ligação com outro, ocorrido na cidade em dezembro. Na ocasião, criminosos invadiram uma casa visando roubar celulares e aparelhos eletrônicos, agindo de forma semelhante ao crime de domingo.

Cotidiano