PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Convite de festa clandestina no Rio exibia foto e meme de Drauzio Varella

Convite de festa clandestina com imagem de Drauzio Varella - Reprodução
Convite de festa clandestina com imagem de Drauzio Varella Imagem: Reprodução

Marcela Lemos

Colaboração para o UOL, no Rio de Janeiro

16/02/2021 10h52

A terceira noite de Carnaval no Rio de Janeiro foi marcada por mais festas, aglomeração e desrespeitos às normas de segurança sanitária da cidade. Points bem conhecidos dos cariocas voltaram a ficar cheios na noite de ontem.

Por meio de monitoramento pelas redes sociais, equipes da Seop (Secretaria de Ordem Pública), que fiscaliza as irregularidades na cidade, acabaram com o evento "Segunda Certa" que acontecia na avenida Dom Hélder Câmara, na Abolição, na zona norte.

A imagem de divulgação do evento contava com a foto não autorizada do médico Drauzio Varella. "Saudades de uma 'segunda certa', né minha filha?", escreveram no convite do evento.

Houve aglomeração na avenida Olegário Maciel, na Barra da Tijuca, na zona oeste; na rua Dias Ferreira, no Leblon e na praça São Salvador, em Laranjeiras, na zona sul. O Globocop da TV Globo flagrou por volta de 6h30 de hoje uma festa superlotada no alto do morro do Vidigal, também na zona sul do Rio.

A Seop informou em um balanço parcial que dois eventos foram encerrados e um cancelado na noite de ontem.

Na ilha de Guaratiba, na zona oeste, uma festa marcada pela internet, na estrada da Ilha, foi interditada por agentes municipais com o apoio da PM. Foram apreendidos: equipamento de som, cervejas e energéticos, e o público foi dispersado.

A força-tarefa também vistoriou uma casa, no Engenho de Dentro, também na zona norte, onde estava marcada a festa Spotlight. "No momento da fiscalização não havia público, e o estabelecimento foi advertido a não realizar o evento, sob pena de sofrer sanções sanitárias cabíveis", informou a Seop.

Agentes da prefeitura com apoio da PM e da GM (Guarda Municipal) ainda atuaram na dispersão de centenas de pessoas que se reuniam na areia da praia de Ipanema, na zona sul. No local, foram apreendidas três caixas de som utilizadas pelo grupo que festejava na areia. As equipes fiscalizaram ainda quiosques e ambulantes na orla e ocuparam a área da Pedra Sal - reduto do samba, para prevenir aglomerações.

A Seop informou ainda que a Guarda Marítima Municipal continua impedindo a saída de embarcações da Marina da Glória. Mais de 20 embarcações de médio e grande porte, que realizariam passeios com festas no mar foram abordadas. Os agentes estão atuando desde sábado (13) na fiscalização costeira para coibir festas e eventos irregulares. Ao todo, 63 barcos já foram fiscalizados e tiveram eventos cancelados e sete deles foram impedidos de sair na Marina da Glória e um no Quadrado da Urca. Uma festa de 15 anos também foi cancelada no período.

Cotidiano