PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
2 meses

Baile com 3.000 pessoas e três ônibus fretados é dispersado em Campinas

Convite para festa que reuniu 3.000 pessoas em Campinas - Reprodução
Convite para festa que reuniu 3.000 pessoas em Campinas Imagem: Reprodução

Felipe de Souza

Colaboração para o UOL, em Campinas (SP)

14/02/2021 11h12

Um baile com cerca de 3.000 pessoas foi cancelado e dispersado pela Guarda Municipal de Campinas (SP) na noite de ontem na periferia da cidade. O evento foi convocado pela internet e ao menos três ônibus fretados trouxeram jovens de São Paulo para acompanhar a festa. O responsável pela festa será autuado.

Segundo o convite da festa, que seria uma comemoração do aniversário de uma suposta influencer, três DJs iriam comandar a festa, que estava acontecendo em uma chácara alugada no Distrito do Ouro Verde.

De acordo com a Guarda Municipal, grande parte dos jovens que foram ao evento era de menores de idade.

"Recebemos uma denúncia e, assim que chegamos, ordenamos que o evento fosse cancelado, já que estão proibidas aglomerações por causa da pandemia de covid-19. Não houve nenhuma resistência por parte dos organizadores e dos jovens que estavam no local, foi tudo pacífico", contou o comandante da Guarda Municipal de Campinas, Márcio Frezarin, ao UOL.

O organizador será autuado pela festa clandestina. A reportagem não conseguiu localizá-lo.

Outras festas canceladas no fim de semana

Uma operação promovida pela Prefeitura de Campinas cancelou outros oito "pancadões" e quatro eventos clandestinos em vários pontos da cidade, desde anteontem.

Outras 2.000 pessoas foram dispersadas de festas que aconteciam no Jardim Rosália (só nesta festa foram mil), Chácara Líder, Chácara Tropical, Campo Belo e Vila Olímpia.

Segundo a administração, os estabelecimentos que não cumprem as orientações sanitárias contra o coronavírus recebem multa equivalente a R$ 1.515,44.

Em caso de reincidência, a multa dobra.

Cotidiano