PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Mãe e filho morrem esfaqueados em casa em São Paulo; vizinho é preso

Mãe e filho foram mortos durante a madrugada de hoje no bairro Água Rasa, na Zona Leste de São Paulo - Reprodução/TV Globo
Mãe e filho foram mortos durante a madrugada de hoje no bairro Água Rasa, na Zona Leste de São Paulo Imagem: Reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

08/03/2021 11h21Atualizada em 09/03/2021 08h48

Uma mãe e o filho dela morreram esfaqueados na madrugada de hoje no bairro da Água Rasa, na Zona Leste de São Paulo. O suspeito de cometer o crime é um vizinho das vítimas, de 18 anos, que foi detido pela PM (Polícia Militar) quando tentava fugir do local. A motivação do crime seria uma discussão ocorrida ontem entre a mulher e o vizinho em razão do som alto e uso de drogas por parte do suspeito.

De acordo com informações da polícia, o vizinho teria danificado duas câmeras de segurança da residência e quebrado a janela da sala para conseguir entrar no local. No espaço, jogando videogame, estaria o menino, de nove anos, que foi esfaqueado pelo suspeito.

Já a mãe da criança, de 48, estaria no andar superior e desceu as escadas para conferir o que estava acontecendo na sala e também foi atingida pelos golpes da arma branca. A mulher morava sozinha com o filho.

Segundo a SSP (Secretaria de Segurança Pública), policiais que patrulhavam a região "foram chamados para atender a ocorrência". Quando chegaram ao local, moradores disseram que o suspeito estaria dentro da casa.

Os oficiais encontraram as vítimas já sem vida dentro do imóvel e começaram a buscar pelo homem. "Após buscas os policiais localizaram o autor nos fundos da casa tentando fugir. Ao ser questionado, o rapaz confessou o crime", informou a Secretaria.

O homem foi levado ao hospital em razão dos ferimentos causados quando ele tentava entrar na casa e durante a fuga. Posteriormente, o suspeito conduzido à delegacia e preso. A faca utilizada no crime foi apreendida e enviada à perícia.

O caso foi registrado como "homicídio qualificado: por motivo fútil; com emprego de meio insidioso ou cruel".

Discussão

Segundo apurado pela equipe do Bom Dia SP, da TV Globo, a mulher e o vizinho teriam discutido ontem devido ao som alto na rua e pelo uso de drogas por parte do suspeito.

Os moradores da região ainda falaram que o jovem teria esquizofrenia e sofria com episódios de epilepsia há alguns anos. O pai do suspeito, que era socorrista de ambulância, teria morrido há cerca de cinco meses por covid-19.

Errata: o texto foi atualizado
Diferentemente do que foi informado, o menino vítima do crime tinha 9 anos, e não 10. A informação foi corrigida.

Cotidiano