PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Morre vítima de acidente com caminhão que arrastou moto por 33 km em SC

Felipe Munhoz

Colaboração para o UOL, em Lençóis (BA)

08/03/2021 09h17

Sandra Aparecida Pereira, de 47 anos, uma das vítimas do acidente no qual um caminhão bateu e arrastou uma motocicleta por 33 km com o piloto pendurado na cabine do veículo, morreu ontem à noite no hospital Marieta Konder Bornhausen, em Itajaí. O acidente aconteceu no sábado (6), na BR-101, na altura de Penha (SC), a 121 km ao norte de Florianópolis.

O vereador Marcio Pereira (PSDB), de Camboriú, primo do marido de Sandra, o motociclista Anderson Antônio Pereira, de 49 anos, disse hoje ao UOL que ela teve duas paradas cardíacas e morreu ontem às 18h45. Segundo o Corpo de Bombeiros, com o impacto do acidente, Sandra sofreu traumatismo craniano. Marcio Pereira disse ontem à reportagem que ela chegou a ser operada para a retirada do baço e para estancar sangramento. Já o motociclista segue internado no hospital Ruth Cardoso, em Balneário Camboriú. Ele não teve lesões, mas ficou em estado de choque.

moça - Reprodução/Redes Sociais - Reprodução/Redes Sociais
Sandra Aparecida Pereira, de 47 anos, não resistiu aos ferimentos
Imagem: Reprodução/Redes Sociais

"O sentimento da família é de muita dor, de muita tristeza neste momento. De revolta nem vou te falar, a gente não tem pensado no motorista. Ele foi preso, foi encaminhado para o presídio. A gente está preocupado realmente é com a saúde do Anderson, que estava preocupado com esta questão da Sandra e, infelizmente, ela veio a falecer", lamentou o vereador emocionado.

Marcio Pereira afirmou que o clima no município também é de muita dor pela morte de Sandra, que era gerente financeira de uma loja em uma cidade vizinha. "Tem um sentimento de muita tristeza aqui na cidade de Camboriú e para a família principalmente. Ela era uma pessoa extraordinária. Muito querida", lembrou.

A gerente financeira deixa um filho de 26 anos. O velório de Sandra estava marcado para começar às 9h, na igreja Presbiteriana Luz do Vale, no centro de Camboriú.

Acidente

Segundo a PRF (Polícia Rodoviária Federal), o acidente aconteceu às 16h, no km 106 da BR 101, no sentido Sul, envolvendo uma carreta Mercedes Benz/Axor de Taquara (RS) e uma moto Kawasaki, cuja placa não foi identificada.

acidente - Divulgação/Corpo de Bombeiros - Divulgação/Corpo de Bombeiros
Acidente aconteceu na BR-101, na altura de Penha (SC), a 121 km ao norte de Florianópolis
Imagem: Divulgação/Corpo de Bombeiros

A PRF informou que a carreta bateu na traseira da moto, que ficou enroscada no para-choque do caminhão. O piloto da moto relatou à PRF que subiu na cabine da carreta e ficou pendurado na porta, tentando fazer o motorista parar, mas sem sucesso. Já a passageira, Sandra, ficou gravemente ferida no local e foi resgatada com ajuda do helicóptero dos Bombeiros.

O motorista do caminhão seguiu até ser parado no km 139, em Balneário Camboriú, com apoio da Polícia Militar. Imagens que circulam nas redes sociais mostram que o caminhoneiro foi agredido por populares, depois contidos pela PM.

Caminhoneiro foi preso em flagrante

A PRF informou que o caminhoneiro, 36 anos, que não teve a identidade revelada, fez o teste do bafômetro com resultado negativo. No entanto, ainda de acordo com a PRF, ele exibia visíveis alterações da capacidade psicomotora causadas por alguma substância entorpecente e acabou sendo encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil de Balneário Camboriú.

A Polícia Civil afirmou, por meio de nota, que o motorista do caminhão foi preso em flagrante por tentativa de homicídio qualificado "pela utilização de recurso que impossibilitou a defesa da vítima".

Além deste crime, a polícia disse que ele também responderá por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa, fuga de local de acidente de trânsito e posse de drogas para consumo próprio, já que foi encontrado dentro do caminhão cocaína.

Cotidiano