PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
8 meses

Técnica em enfermagem da linha de frente morre de covid esperando UTI em SP

A técnica de enfermagem Mirian Cristina Rodrigues Machado Gomes, que morreu aos 38 anos - Reprodução/Facebook
A técnica de enfermagem Mirian Cristina Rodrigues Machado Gomes, que morreu aos 38 anos Imagem: Reprodução/Facebook

Naian Lopes

Colaboração para o UOL, em Pereira Barreto (SP)

24/03/2021 13h57

A técnica em enfermagem Mirian Cristina Rodrigues Machado Gomes, de 38 anos, morreu na segunda-feira, em Paulo de Faria (SP), enquanto aguardava uma vaga numa UTI-covid da região, que fica a 540 km da capital.

Ela trabalhava no Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e estava atuando na linha de frente do combate ao coronavírus na cidade. Os primeiros sintomas de Mirian foram sentidos na semanada passada e, na sexta-feira (19), ela foi internada na Santa Casa de Paulo de Faria, cidade de menos de 9 mil habitantes.

Por se tratar de um município pequeno, não há leitos de UTI-covid e os pacientes precisam ser transferidos para outras cidades na região de São José do Rio Preto (SP). Com a taxa de ocupação próxima dos 100%, não houve disponibilidade de vagas para a técnica de enfermagem conseguir transferência.

Mirian chegou a tomar a primeira dose da vacina da AstraZeneca, mas foi infectada antes de completar a imunização - portanto, seu corpo ainda não tinha desenvolvido anticorpos suficientes para combater a covid-19.

"Ela trabalhava na Santa Casa, na ambulância do Samu, por isso a gente tinha contato muito próximo. É uma tristeza", disse ao UOL a Secretária de Saúde da cidade, Valéria Gonçalves Faria, que está em quarentena por ter sido diagnosticada com covid-19.

Valéria explica ainda que Mirian foi diagnosticada durante a semana passada. "Ela teve os primeiros sintomas, foi ao médico, que confirmou a doença, e ficou uns dias em isolamento domiciliar, mas piorou e teve de ir ao hospital da cidade".

A Secretária explica que o município, por ser pequeno, não tem leito de UTI e conta com apenas um respirador. Ela diz ainda que, neste momento, há um paciente aguardando transferência para hospitais da região.

Com covid-19, Valéria conta que está melhorando. "Estou hoje no décimo dia de isolamento e já bem melhor, os sintomas diminuíram", comemora. Ela também revela que há outro funcionário internado com a doença. "Temos um enfermeiro, mas graças a Deus, ele está reagindo ao tratamento".

A prefeitura de Paulo de Faria emitiu nota lamentando a morte da funcionária. "Perdemos ontem uma combatente na batalha travada contra a Covid-19, que doou sua vida pela vida do próximo. A Prefeitura Municipal e todos os paulofarienses estão de luto! Aos que trabalham com a colega, aos que a conheciam, sabem que era uma pessoa muito dedicada e querida! Sentimentos profundos de pesar à família e a toda equipe de saúde", diz o texto.

Mirian foi enterrada ontem no Cemitério Municipal de Paulo de Faria e não houve velório, por conta dos protocolos sanitários estabelecidos em casos de morte por covid-19.

Coronavírus