PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

Mãe de morto com peça de narguilé se diz aliviada por ex-nora virar ré

O casal Adailton Gomes e Nicole Maria - Arquivo Pessoal
O casal Adailton Gomes e Nicole Maria Imagem: Arquivo Pessoal

Colaboração para o UOL, em São Paulo

06/05/2021 17h27Atualizada em 07/05/2021 17h57

A mãe de Adailton Gomes de Abreu, de 24 anos, morto com uma agulha de narguilé, disse que se sentiu aliviada com a notícia de que a Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público sobre o caso. Nicole Maria Ferreira Costa, de 20 anos, foi acusada de matar o namorado após uma briga que começou por um pastel em Aparecida de Goiânia, em Goiás.

Em entrevista à TV Anhanguera, filiada da Rede Globo, Maria disse estar sofrendo todos os dias com ausência do filho. A morte de Adailton aconteceu em setembro de 2020.

Isso não paga o que ela fez para o meu filho, mas dá uma aliviada na dor que estou sentindo, diz Maria.

A decisão do juiz Leonardo Fleury Curado Dias, da 4ª Vara Criminal, foi publicada pela manhã da última segunda (3). A ré será julgada por homicídio duplamente qualificado, por motivo fútil e sem chance de defesa para a vítima.

Nicole, que até o momento responde em liberdade, tem até 10 dias para apresentar um advogado, ou então a Defensoria Pública será acionada.

É dia e noite eu me lembrando do meu filho. É 24h. Uma dor sem fim, completa a mãe.

O crime

Nicole e Gomes estavam juntos desde 2018. Ela relatou à polícia que, na sexta, os dois teriam se desentendido, durante ida a uma feira próxima a casa onde eles viviam juntos no Setor Village Garavelo, região metropolitana de Goiânia. No local, a briga começou por causa de um pastel e eles foram embora discutindo.

Em casa, segundo o relato da jovem ao delegado Eduardo Rodovalho, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), a briga ficou pior. "A discussão ficou um pouco mais acalorada, falando alto um com o outro. Segundo ela, o rapaz falou que sairia de casa e tiraria as coisas dele de lá.

Em determinado momento, ele teria quebrado alguns objetos no local, incluindo alguns narguilés e ela ficou muito irritada", contou ao UOL o delegado.

No decorrer da briga, de acordo com a versão da ré, o namorado teria partido para cima dela segurando a base de um narguilé quebrado e, para se defender, ela pegou outra parte do objeto.

Na denúncia acusatória do MP-GO, o texto aponta que Nicole desferiu "um golpe no peito do namorado com um instrumento perfurante, que seria a agulha de um narguilé (uma espécie de cachimbo para compartilhamento)".

No depoimento, Nicole disse que o namorado caiu quando ela se defendeu e pensou que ele estivesse tendo um mal súbito, pois começou a agonizar no chão. O socorro foi chamado, segundo ela, e a polícia foi acionada logo depois de constatada a morte do rapaz. Nicole, no entanto, já não estava mais no local e disse ao delegado que decidiu sair da casa na hora, temendo a comoção da família de Adailton.

Cotidiano