PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
1 mês

SC: Homem que matou 5 em creche passa por 2ª cirurgia e tem boa evolução

Portão da creche onde três crianças e duas mulheres foram mortas recebeu homenagem às vítimas - Hygino Vasconcellos/Colaboração para o UOL
Portão da creche onde três crianças e duas mulheres foram mortas recebeu homenagem às vítimas Imagem: Hygino Vasconcellos/Colaboração para o UOL

Do UOL, em São Paulo

06/05/2021 18h54Atualizada em 06/05/2021 19h07

O jovem de 18 anos suspeito de ser o autor do ataque a uma creche em Saudades (SC), que resultou na morte de três crianças e duas mulheres anteontem, passou por uma segunda cirurgia hoje e se recupera bem. Ele está internado no HRO (Hospital Regional do Oeste), em Chapecó (SC), cidade próxima ao local do ataque.

Ontem, o homem havia passado por outra cirurgia e seguia sedado em estado grave. Após matar cinco pessoas e ferir mais uma criança, ele tentou se matar e foi impedido por populares.

Com a boa evolução que apresenta depois da segunda cirurgia, a equipe que cuida do suspeito do ataque no HRO espera que ele deixe a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) nos próximos dias. Segundo o último boletim divulgado pelo hospital, no início da noite de hoje, ele "ventila espontaneamente, responde a estímulos, e está saindo da sedação pesada".

Depois de deixar a UTI, a expectativa é de que o jovem permaneça na enfermaria para se recuperar das cirurgias, que envolveram as regiões do pescoço, tórax, abdômen e também os membros inferiores.

A criança ferida que sobreviveu ao ataque deixou a UTI ontem e foi para um leito clínico. Sua condição já era considerada estável ontem, e hoje ela se manteve em recuperação.

Suspeito indiciado

O delegado Jerônimo Marçal, responsável pela investigação, solicitou ontem o indiciamento do suspeito por cinco homicídios triplamente qualificados (motivo torpe, por meio cruel e sem possibilidade de defesa às vítimas) e uma tentativa de homicídio, pela criança que sobreviveu ao ataque.

O jovem também teve a prisão preventiva decretada pela Justiça catarinense. Ele estava preso em flagrante desde o momento do ataque.

Velório reúne 1.500 pessoas

A despedida às vítimas do ataque ao CEI (Centro de Ensino Infantil) Pró-Aquarela reuniu cerca de 1.500 pessoas em Saudades. O velório foi coletivo e começou ainda na noite de anteontem em um ginásio do Parque de Exposições Theobaldo Hermes, terminando ontem por volta das 11h.

Cotidiano