PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

Conteúdo publicado há
6 meses

Suspeito de matar médico consolou família em luto antes de ser preso na BA

Andrade atuava como psiquiatra no interior da Bahia - Reprodução/TV Subaé
Andrade atuava como psiquiatra no interior da Bahia Imagem: Reprodução/TV Subaé

Colaboração para o UOL, em São Paulo

31/05/2021 15h59

Um amigo do médico Andrade Lopes de Santana, de 32 anos, enterrado no sábado (29) em Araci, a cerca de 220 km de Salvador (BA), é o principal suspeito pelo homicídio do profissional. De acordo com a TV Record, o homem, que também é médico e não teve seu nome revelado, chegou a consolar a família de Andrade antes de ser preso.

Andrade estava desaparecido desde segunda-feira (24) depois que havia viajado até a região do Rio Jacuípe, em Feira de Santana, para encontrar o amigo e comprar uma moto aquática. Na sexta-feira (28), pescadores encontraram um corpo boiando às margens do rio e denunciaram à polícia.

De acordo com informações da TV Record, o cadáver apresentava perfurações na nuca e estava amarrado a uma âncora — para afundar no rio. Horas depois o carro de Andrade também foi encontrado encostado na BR-101, próximo ao rio e sem registros de acidente.

A família da vítima chegou do Acre para acompanhar as investigações e foi recebida pelo amigo de Andrade, que consolou os parentes em luto.

"O amigo dele almoçou com a gente, abraçava minha irmã, consolava ela. Por que o ser humano é tão monstro?", disse a mãe de Andrade à TV Record.

Segundo a TV Subaé, afiliada da TV Globo, a polícia encontrou contradições no depoimento do amigo e passou a investigá-lo. O delegado Roberto Leal, da Polícia Civil, diz que descobriu que a âncora havia sido comprada pelo homem e também estava com a moto aquática que Andrade compraria no dia em que foi morto.

"Através do depoimento de uma testemunha foi possível identificar que o médico amigo de Andrade estaria na posse do veículo que foi subtraído de Andrade no dia do desaparecimento", disse Leal.

Enterro de Andrade reuniu dezenas de pessoas nas ruas de Araci (BA), no sábado (29) - Reprodução/TV Subaé - Reprodução/TV Subaé
Enterro de Andrade reuniu dezenas de pessoas nas ruas de Araci (BA), no sábado (29)
Imagem: Reprodução/TV Subaé

Ainda, segundo a TV, Andrade e o suspeito estudaram medicina juntos em uma universidade na Bolívia. O enterro da vitima reuniu dezenas de pessoas nas ruas de Araci. Andrade, que atuava como psiquiatra em quatro municípios no interior baiano, era querido na cidade onde morava.

"Viveu, meu filho viveu! E hoje o que me conforta mais é ver o que ele fez para o próximo. Fazia assistência social, ajudando as pessoas necessitadas. Isso é o que vale, meu filho era um menino bom que se sensibilizava com a dor do próximo.", disse a mãe de Andrade. Ela ainda acrescentou:

Acredito que o tempo do Andrade era esse na Terra. Meu filho está com Jesus essa hora e a única coisa que eu tenho que fazer agora é perdoar"

Cotidiano