PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

SP prorroga gratuidade no bom prato para moradores de rua até fim de agosto

Governo de São Paulo prorroga gratuidade no Bom Prato para pessoas em situação de rua até o fim de agosto - Marcelo Oliveira/UOL
Governo de São Paulo prorroga gratuidade no Bom Prato para pessoas em situação de rua até o fim de agosto Imagem: Marcelo Oliveira/UOL

Douglas Porto

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/07/2021 15h45

O Governo do Estado de São Paulo anunciou hoje que manterá a gratuidade nos restaurantes Bom Prato para a alimentação de pessoas em situação de rua até o fim de agosto. O benefício inclui café da manhã, almoço e jantar.

Durante a pandemia já foram servidas 45,7 milhões de refeições, sendo 950 mil gratuitamente, nos 59 restaurantes da rede em todo estado.

Em outubro de 2020, o TJSP (Tribunal de Justiça de São Paulo) determinou que o governo estadual retomasse a gratuidade da alimentação para pessoas em situação de rua após cancelar a medida em setembro.

Na ocasião, o governo de João Doria (PSDB) disse à Justiça que, com o aumento da circulação das pessoas nas ruas pela flexibilização das medidas sanitárias do Plano São Paulo de retomada econômica, os moradores de rua já teriam condições de pagar por sua própria comida.

Na ação no ano passado, os promotores de Justiça de Direitos Humanos Anna Trotta Yaryd e Eduardo Valério e membros das Defensorias Públicas do Estado e da União alegaram que a decisão de suspender a medida sem explicações "prejudica cidadãos que, diante da pandemia, se viram absolutamente impossibilitados de obter valores para custear sua alimentação".

Cotidiano