PUBLICIDADE
Topo

Cotidiano

O que é a chuva congelante? Veja o que esperar para os próximos dias

Granizo é diferente de chuva congelante; entenda - Reprodução / Twitter
Granizo é diferente de chuva congelante; entenda Imagem: Reprodução / Twitter

Alexandre Santos

Colaboração para o UOL

13/05/2022 13h16

Uma frente fria se aproxima do Brasil. A previsão é de baixas temperaturas, geadas em estados do Sudeste e Centro-Oeste e possibilidade de neve no Sul. Segundo os meteorologistas, os termômetros vão despencar até no Norte. E um outro evento raro deve atingir parte dos municípios já a partir desta sexta-feira (13): a chuva congelante.

O cenário de "megafrio" é considerado atípico para o mês de maio. Na capital paulista, por exemplo, a previsão é de temperatura mínima abaixo de 10ºC na próxima quarta-feira (18). Em Mato Grosso do Sul, pode haver queda de granizo. Veja abaixo o que significa cada um dos fenômenos esperados.

Chuva congelante

Rara no Brasil, a chuva congelante ocorre do encontro entre uma frente quente e uma frente fria. A gota d'água congela ao se chocar com uma superfície.

O fenômeno costuma ocorrer sobretudo na América do Norte, durante as tempestades de inverno, onde frequentemente também são chamadas de tempestades de gelo.

Parece um pequeno granizo e tem o formato de "gelinho", mas é diferente da neve e do granizo.

A diferença é que a chuva congelante se forma depois que a água atravessa uma camada atmosférica com temperatura inferior a 0°C.

Ao atingir a superfície, a gota recebe a energia necessária para mudar de fase, passando instantaneamente do estado líquido para o sólido. Só neste momento que acontece a solidificação.

Ou seja, é a chuva congelante pode ser perigosa e causar danos substanciais, especialmente em aviões e carros. Se virar uma tempestade de gelo ou se prolongar, pode afetar o fornecimento de luz elétrica, por exemplo.

granizo - Estadão Conteúdo - Estadão Conteúdo
Granizo costuma ter 0,5 cm, mas pode chegar a tamanhos maiores
Imagem: Estadão Conteúdo

Granizo

O granizo é um tipo de precipitação (ou seja, chuva) que já cai em forma de pequenos pedaços de gelo. Normalmente, esses pedaços têm mais de cinco milímetros, mas podem chegar a tamanhos bem maiores.

O fenômeno acontece quando as nuvens estão em uma altitude elevada durante um período de baixas temperaturas.

As chuvas de granizo são formadas principalmente em zonas equatoriais e têm grande potencial de causar danos às comunidades humanas. Geram prejuízos econômicos, principalmente com perdas na agricultura.

geada - Ronaldo Coutinho/Piter Scheuer/São Joaquim Online - Ronaldo Coutinho/Piter Scheuer/São Joaquim Online
Cidade de São Joaquim, em Santa Catarina, amanhece com geada
Imagem: Ronaldo Coutinho/Piter Scheuer/São Joaquim Online

Geada

A chuva congelante é diferente da geada, uma espécie de orvalho congelado que forma uma fina camada de gelo nas superfícies.

Esse fenômeno acontece em todas as regiões, não só nas temperadas. Forma-se normalmente pela manhã, após uma noite sem nuvens, com pouco vento e temperaturas muito baixas.

A falta de nuvens ajuda a dissipar o calor acumulado durante o dia. A atmosfera e o solo se resfriam naturalmente durante a madrugada e, com a presença do ar polar, o resfriamento forma a geada.

O fenômeno acontece diversas vezes no outono e inverno, especialmente no Sul e Sudeste.

Na lavoura, as culturas de climas tropicais e subtropicais são as mais afetadas pelo fenômeno, a exemplo do café e da laranja, que têm pouca resistência à baixa temperatura.

neve - Karl-Josef-Hildenbrand/dpa/AFP - Karl-Josef-Hildenbrand/dpa/AFP
Flocos de neve são formados na nuvem
Imagem: Karl-Josef-Hildenbrand/dpa/AFP

Neve

Já a neve é um fenômeno meteorológico que acontece em regiões frias, temperadas e polares, quando há o congelamento das partículas d'água.

A neve acontece quando há uma mudança do estado líquido da água e para o sólido. Ela pode ter vários formatos, como floco ou grão, mas pressupõe um aglomerado de cristais de gelo formado dentro da nuvem. A neve cai sem alterações no percurso.

Populações que vivem em áreas sujeitas a neve convivem mais com deslizamentos, avalanches e acidentes provocados pelo acúmulo de gelo. Mas, no Brasil, um país de clima tropical, a neve é considerada um fenômeno raro, que acontece de forma fraca em algumas regiões de planalto nos estados do Sul.

Cotidiano