Mãe de jovem que morreu após transplante sobre doação de órgãos: 'Conforto'

A mãe de Maria Sofia Valim, jovem que morreu após passar por um transplante de fígado, informou que os órgãos da filha foram doados.

O que aconteceu

Gaída Dias disse que a filha ensinou e deixou diversas missões, entre elas, a doação de órgãos. A empresária afirmou que a oportunidade foi muito "emocionante e especial na família".

A mãe da influenciadora disse estar triste, devastada e com saudade, mas que a doação de alguns órgãos de Sofia permitiu que outras pessoas tivessem esperança e vida. "A doação de órgãos da Sofia trouxe esperança e está fazendo outras famílias sorrirem", escreveu.

"Apesar dessa dor, conseguimos ressignificar o momento, permitindo que a vida de outras pessoas continuasse. Recebemos um fígado, mas, em seguida, retribuímos, doando outros órgãos da Sofia.

A empresária pediu para os interessados em doar órgãos avisarem aos familiares. "Essa é a maneira mais simples de validar esse ato de amor", comentou. Uma reportagem do UOL contou quem era a influenciadora.

Mesmo diante de um momento de dor, essa é uma atitude que nos acalma e conforta. É um ato de humanidade. Espero que todos possam perceber, a partir daqui, a doação de órgãos de uma forma mais humana. Se estamos partindo, então, uma parte nossa, por meio dos órgãos, poderá salvar a vida de alguém.
Gaída Dias, mãe de Sofia

Entenda o caso

Em nota publicada no sábado (9), o pai de Sofia, Vitor Valim, que também é apresentador de televisão e prefeito de Caucaia (CE), disse que o organismo dela "não resistiu" ao transplante. Ele não forneceu mais detalhes do que ocorreu, nem informou a causa da morte da filha. Caucaia fica localizada na região metropolitana de Fortaleza.

Continua após a publicidade

Valim também agradeceu à família doadora do órgão e escreveu que o ato encheu a família "de esperança e amor". O político ainda agradeceu as orações e carinho dedicados a ele e toda a família "neste momento de extremo sofrimento".

Já a empresária Gaída Dias, mãe da jovem, também agradeceu às orações e demonstrações de carinho. "Minha filha será luz na vida de muitos jovens. E o que conforta meu coração, neste momento, é saber que outras pessoas terão esperança de viver. Se Deus quis assim, mesmo com toda tristeza, aceito e obedeço à Sua vontade. Sentirei muita saudade da minha menina, companheira e bagunceira. Eu era sua fã número 1. Sempre Sofia", escreveu.

Na terça-feira (5), o político divulgou que a filha estava passando por uma "situação grave de saúde" e precisou entrar na fila do transplante de fígado na manhã do mesmo dia.

Já na quinta-feira (7), Valim informou que a filha tinha conseguido um doador compatível devido à urgência do seu caso. Ela passou pelo transplante na manhã de quinta e a cirurgia havia sido "realizada com êxito".

O velório e sepultamento de Sofia serão restritos à família. Não há informações sobre a data e o local onde ocorrerão as cerimônias.

Já a missa de sétimo dia de Sofia ocorrerá na quinta-feira (14), às 19h, na Paróquia Nossa Senhora dos Prazeres - Matriz de Caucaia.

Continua após a publicidade

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes

As mais lidas agora