Conteúdo publicado há 22 dias

Segurança morre após ser agredido por cliente de boate com capacete em SP

O segurança agredido com uma cabeçada e por golpes de capacete por um cliente que não quis pagar a conta em uma boate de São Vicente, no litoral de São Paulo, não resistiu aos ferimentos e morreu na segunda-feira (27).

O que aconteceu

Amilcar Silva Santos, 49, passou duas semanas internado na UTI do Hospital do Vicentino. O segurança apresentou piora no quadro clínico durante o final de semana e não resistiu. A informação da morte foi confirmada pela SSP (Secretaria da Segurança Pública) de São Paulo.

O homem sofreu traumatismo craniano devido às pancadas recebidas na cabeça. Ele ficou em coma e chegou a ser intubado na Unidade de Terapia Intensiva do hospital.

Vítima trabalhava há 22 anos como segurança. No dia em que foi agredido, ele estava a trabalho em uma boate e foi retirar do estabelecimento um homem de 26 anos, que não queria pagar a conta pelo consumo no local. Inconformado, o suspeito reagiu com agressões contra o funcionário.

Agressor fugiu do local e não prestou socorro à vítima. A ação foi gravada pelas câmeras de segurança do estabelecimento, que mostram o momento em que o cliente ataca Amilcar com um capacete. O segurança cai no chão e é socorrido por outras pessoas que estavam no local, enquanto o suspeito aproveita para fugir.

Suspeito não foi localizado até o momento, segundo a SSP. O caso foi inicialmente registrado como lesão corporal, mas agora deve ser investigado como homicídio. "O 2ºDP de São Vicente prossegue com as diligências para localizar e prender o suspeito. Demais detalhes serão preservados para garantir autonomia ao trabalho policial", completou a pasta.

Deixe seu comentário

Só para assinantes