PUBLICIDADE
Topo

Internacional

"Gostei", diz presidente russo após protesto com topless do Femen na Alemanha

Ativistas do grupo feminista Femen protestaram nesta segunda-feira (8) contra o presidente da Rússia - Jochen Luebke/EFE
Ativistas do grupo feminista Femen protestaram nesta segunda-feira (8) contra o presidente da Rússia Imagem: Jochen Luebke/EFE

Do UOL, em São Paulo

08/04/2013 19h03

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, disse que “gostou” do protesto de mulheres seminuas contra ele nesta segunda-feira (8) em um evento em Hannover, na Alemanha.

“Sobre a performance delas, eu gostei”, brincou Putin ao lado da chanceler alemã, Angela Merkel, durante uma coletiva de imprensa. “Eu não entendi o que elas estavam gritando, nem vi se eram loiras, morenas ou ruivas”, disse.

O grupo de mulheres protestou contra Putin e a prisão das integrantes da banda de punk Pussy Riot. As manifestantes ficaram seminuas e escreveram mensagens em seus corpos chamando o presidente de "ditador" antes de serem detidas por seguranças na Feira Industrial de Hannover, na Alemanha, da qual a Rússia é o país convidado nesta edição.

De acordo com o jornal “Telegraph”, Putin criticou a atuação dos seguranças: “Esses caras caíram em cima das moças. Não pareceu certo para mim, eles poderiam ter sido mais gentis”.

“Se alguém quer debater questões políticas, então é melhor fazê-lo com roupas, e não ficando nu. Deveriam tirar a roupa em outros lugares, como em praias nudistas”, disse Putin, ainda segundo a publicação.

(Com Reuters)

Internacional