Número de brasileiros expulsos do Reino Unido aumenta 34% em 2016

Leandro Prazeres

Do UOL, em Brasília

  • Getty/BBC

    Brasil é o segundo país com o maior número de cidadãos barrados no Reino Unido

    Brasil é o segundo país com o maior número de cidadãos barrados no Reino Unido

O número de brasileiros expulsos do Reino Unido em 2016 aumentou 34% em relação a 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira (23) pelo governo britânico. O total inclui tanto a quantidade de brasileiros deportados quanto aqueles que foram barrados ao tentar entrar no país e obrigados a voltar. 

O Home Office (equivalente a um Ministério do Interior) diz que "flutuações" nesses números são naturais e não estão relacionadas a políticas focadas na entrada de brasileiros no país. Um consultor em imigração aponta a crise econômica no Brasil e o maior controle sobre imigrantes no país europeu como as causas desse aumento. 

De acordo com dados do Home Office, que é responsável pelo controle de fronteiras do Reino Unido, o número de brasileiros expulsos do país passou de 1.025 em 2015 para 1.382 em 2016. Desse total, 1.210 brasileiros foram impedidos de entrar no Reino Unido, principalmente ao chegar ao país por meio dos seus aeroportos. Outros 172 brasileiros foram oficialmente deportados.

Um exemplo recente de deportação de brasileiros em Londres aconteceu em julho, quando oficiais do controle de imigração fizeram uma operação em um restaurante de Londres e encontraram 35 pessoas, entre brasileiros, egípcios e nepaleses trabalhando no local de forma irregular.

Ainda segundo o Home Office, o Brasil é o segundo país do mundo em número de cidadãos barrados ao tentar entrar no Reino Unido. Só perde para os Estados Unidos, que tiveram 1.609 cidadãos impedidos de entrar no país.

Em número de deportações, o Brasil está na 14ª posição do ranking liderado pela Albânia, que teve 1.626 cidadãos deportados em 2016. 

O aumento no número de brasileiros expulsos do Reino Unido vai na contramão da tendência registrada em 2016. No ano marcado pelo chamado Brexit (decisão via referendo que determinou a saída do país da União Europeia), houve uma queda de 5,5% no número de pessoas expulsas do país.

Para o consultor em imigração da Abras (Associação Brasileira no Reino Unido) Ricardo Zagotto, o aumento no número de brasileiros expulsos do país é resultado da combinação de dois fatores: o agravamento da crise econômica no Brasil em 2016 e as políticas anti-imigração adotadas pelo governo conservador no Reino Unido.

"Sempre que o Brasil passa por crises econômicas, aumenta a quantidade de pessoas que veem a imigração como uma alternativa. E isso vem acontecendo nos últimos anos com os brasileiros. Ao mesmo tempo, há um governo [no Reino Unido] com uma plataforma bastante forte de combate à imigração ilegal", afirmou Zagotto.

Crise e Brexit

Os dados confirmam a tese de Zagotto. De acordo com o Home Office, a quantidade de brasileiros impedidos de entrar no Reino Unido chegou a picos de 5.507 em 2004. Esse número caiu, ano após ano, até chegar ao menor valor registrado nos últimos 13 anos, em 2014, quando apenas 803 brasileiros foram impedidos de entrar no país e foram obrigados a retornar.

Desde então, o número subiu para 877 em 2015 e 1.210 em 2016. Zagotto afirma que mudanças na política migratória do Reino Unido implementadas recentemente aumentaram o poder dos agentes de imigração e tornaram a entrada no país mais difícil.

"Eventualmente, a gente é procurado para dar alguma assistência a parentes de brasileiros que moram aqui e que tiveram parentes detidos nos aeroportos. Os agentes de imigração agora têm mais poder que antes e isso torna a situação praticamente impossível para quem for detido", afirma o consultor. 

De acordo com o Home Office, as variações apontadas pelas estatísticas do órgão indicam que o aumento no número de brasileiros impedidos de entrar no Reino Unido não tem relação com políticas específicas contra o país.

"Não há nenhuma política específica para impedir brasileiros de entrar. A variação não é muito significativa e ela pode ter se dado por um aumento no número de brasileiros viajando para o Reino Unido", afirmou Richard Mellor, oficial de imprensa do órgão.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos