EUA começam a posicionar sistema antimísseis na Coreia do Sul

Do UOL, em São Paulo

  • U.S. Department of Defense, Missile Defense Agency via Reuters

    Sistema antimísseis THAAD em teste em imagem divulgada pelo Departamento de Defesa dos EUA

    Sistema antimísseis THAAD em teste em imagem divulgada pelo Departamento de Defesa dos EUA

Militares dos EUA e da Coreia do Sul começaram a posicionar o sistema de defensa antimísseis americano THAAD para o local determinado para sua instalação, segundo afirmou nesta terça-feira (25) a agência de notícias sul-coreana Yonhap

O THAAD (Terminal High Altitude Area Defence), um sistema criado para interceptar projéteis na fase de voo terminal, é parte do acordo entre os dois países em resposta à ameaça de lançamento de mísseis da Coreia do Norte. A China é contra a medida, afirmando que a sua instalação desestabiliza o equilíbrio da segurança regional.

A posição da instalação do sistema antimísseis não foi informada pela imprensa sul-coreana. A chegada dos seis trailers ao campo de golfe provocou confrontos entre moradores e policiais, disse a agência.

"A Coreia do Sul e os Estados Unidos têm trabalhado para garantir uma capacidade operacional inicial do sistema THAAD em resposta ao avanço da ameaça nuclear e de mísseis da Coreia do Norte", disse o ministério da Defesa sul-coreano em comunicado na quarta-feira (horário local).

Washington e Pyongyang estão aumentando a pressão um contra o outro nas últimas semanas, com os Estados Unidos enviando um grupo de porta-aviões e submarino nuclear para a região e a Coreia do Norte tentando mais lançamentos de mísseis.

A decisão de instalar esse sofisticado sistema antimísseis na Coreia do Sul foi tomada ainda pelo presidente Barack Obama e agora é colocada em prática com a chegada de Donald Trump ao poder. O envio dos primeiros equipamentos para a montagem do sistema começou em março, um dia depois de a Coreia do Norte ter lançado quatro mísseis balísticos em direção ao Mar do Japão, sendo que três deles caíram em uma zona especial reivindicada por Tóquio.

Atualmente, 28.500 soldados americanos estão no território sul-coreano como parte de uma missão permanente mantida desde o fim da Guerra da Coreia (1950-1953). O Pentágono afirma que a natureza do sistema THAAD é defensa e não representa uma ameaça para os demais países da região, em resposta às preocupações chinesas. (Com agências internacionais)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos