Jovem é morto a tiros por militar durante protesto na Venezuela

Colaboração para o UOL

  • FEDERICO PARRA/AFP

    David José Vallenilla foi atingido por tiros durante protesto na Venezuela

    David José Vallenilla foi atingido por tiros durante protesto na Venezuela

Um jovem de 22 anos foi morto na Venezuela na tarde desta quinta-feira (22). Ele levou um tiro no peito após a repressão da Guarda Nacional Bolivariana em uma estrada local, situada nas imediações da Base Aérea Francisco de Miranda, em Altamira, devido aos protestos que ocorrem no país.

A vítima foi identificada como David José Vallenilla. De acordo com as primeiras informações, o jovem recebeu três disparos. Ele ainda chegou na Clínica El Ávila com sinais de vida, mas morreu durante uma intervenção cirúrgica à qual foi submetido.

O Ministério Público vai investigar o ocorrido. 

Usuários das redes sociais compartilharam um vídeo onde se observa um efetivo militar disparar à queima-roupa contra este jovem.

A Guarda Bolivariana dispersou as pessoas que se encontravam no distribuidor Altamira, logo que depois que eles fugiram para o local por serem reprimidos em Chacaíto.

Com esta, foram 75 mortes e mais de mil feridos desde 1º de abril, quando teve início a onda de protestos no país.

Opositores do presidente Nicolás Maduro exigem eleições gerais, liberdade para ativistas presos, ajuda humanitária estrangeira e autonomia para a Assembleia Nacional, controlada pela oposição. O governo chama os manifestantes de violentos e diz que são apoiados pelos EUA. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos