Homem usa banheiro de casa em assalto, não dá descarga e deixa pista para polícia

Colaboração para o UOL

  • Divulgação/Ventura County Sheriff?s Office

    Andrew David Jensen foi preso após deixar DNA em cena de crime nos EUA

    Andrew David Jensen foi preso após deixar DNA em cena de crime nos EUA

Um suspeito acusado de roubar uma casa no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, em outubro de 2016, acabou preso nove meses depois de um jeito que ele não poderia imaginar. Andrew David Jensen acabou detido porque fez uma pausa para usar o banheiro durante o assalto.

De acordo com os investigadores do condado de Ventura, o assaltante precisou interromper o roubo para uma 'emergência'. Acabou deixando evidências de DNA através de suas fezes. As pistas coletadas no vaso sanitário foram suficientes para que a policia chegasse até ele e realizasse a prisão.

Segundo o detetive Tim Lohman, o suspeito cometeu um deslize ao usar o banheiro, "mas não dar descarga". Os investigadores, então, coletaram o material e compararam o DNA do suspeito com um banco nacional de dados.

Lohman disse que não é tão raro a coleta de DNA em "evidencias fecais". "Quando pessoas pensam em DNA, eles costumam pensar em amostras de cabelo ou saliva."

O resultado indicou o endereço do suspeito. Os detetives só precisaram bater na porta de Andrew David Jensen, de 42 anos, no dia 28 de julho, quando foi preso. A primeira audiência está marcada para esta quarta-feira (9).

Além de terminar na cadeia, Jensen terá de pagar multa de 180 mil dólares (R$ 563 mil).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos