PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Americana é ferida por mesmo bisão que atacou seu amigo três meses antes

Kayleigh Davis conta como foi atacada por um bisão em um parque nos EUA - Winston Armani/KSL-TV via The Deseret News via AP
Kayleigh Davis conta como foi atacada por um bisão em um parque nos EUA Imagem: Winston Armani/KSL-TV via The Deseret News via AP

Colaboração para o UOL, em São Paulo

01/10/2019 21h25

O norte-americano Kyler Bourgeous foi atacado e pisoteado por um bisão, no parque estadual Antelope Island, em Utah (EUA), em junho deste ano. No entanto, o rapaz achou que tinha sido apenas uma infelicidade, uma obra do acaso.

Sem medo de visitar o parque novamente, Bourgeous voltou ao local, na última sexta-feira (27), desta vez em um encontro amoroso. E agora sua companhia é quem foi atacada.

Kayleigh Davis, 22, contou que não provocou o bisão. No momento do ataque, ela estava tentando sair do caminho de alguns motociclistas.

"De repente, eu vi o bisão me atacando. Então, comecei a correr em direção ao lago, para longe dele, mas ele me virou de cabeça para baixo", contou ao canal de TV WKYT.

Ela caiu no chão, fraturou o tornozelo e cortou a coxa no local onde foi atingida pelo bisão. Mesmo com dor, Davis permaneceu calma e se preparou para ser atacada novamente.

O animal raspou a pata no chão como se fosse novamente para cima da jovem. Bourgeous havia contado a Davis que ela deveria permanecer imóvel para evitar um novo ataque do bisão. Deu certo. O bicho simplesmente foi embora.

Bourgeous, que sabia exatamente o que sua amiga estava passando, foi socorrê-la. Ele, quando foi atacado, sofreu ferimentos no pulmão e nas costelas.

Davis foi internada em um hospital, mas passa bem.

"Para mim, parece que seria uma chance em um milhão", disse Davis. "Poderia ter sido pior, eu posso dizer. Acho que poderia ter sido pior."

Internacional