PUBLICIDADE
Topo

Canguru de 1,80 metro ataca idosa de 72 anos e assusta cidade da Austrália

"Ouvi todos esses gritos. Parecia que alguém estava sendo assassinado", relatou a um jornal o vizinho que socorreu a senhora - Scott Gibbons/Getty Images
"Ouvi todos esses gritos. Parecia que alguém estava sendo assassinado", relatou a um jornal o vizinho que socorreu a senhora Imagem: Scott Gibbons/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

13/12/2019 18h20

Um canguru bastante invocado de cerca de 1,80 metro está causando problemas em Leyburn, uma pequena cidade de Queensland, na Austrália. O animal já atacou três pessoas, incluindo uma idosa de 72 que levava seu cachorro para passear.

Ao jornal 7news, Kyran Sprott, o vizinho que socorreu a idosa, contou sobre o ataque. Ele disse ter ouvido gritos e corrido para ver o que estava acontecendo - e foi quando viu a senhora deitada no chão e chorando.

"Ouvi todos esses gritos. Parecia que alguém estava sendo assassinado", disse. "Ela estava chorando e me disse que um canguru a atacou. Ela estava muito abalada e sangrando muito também. Meus braços ficaram todos sujos de sangue."

Sprott também conversou com um canal de TV local sobre o ataque. "Ele [o canguru] veio de trás e a empurrou. Ela tinha marcas de arranhões e sangrava nos ombros, nas pernas e na parte da frente do corpo também", contou.

No Twitter, o perfil oficial do serviço de ambulâncias de Queensland relatou ter sido chamado para socorrer a idosa: "Paramédicos acionados em um incidente em que uma mulher foi atacada por um canguru na rua."

"Não há o que fazer"

A natureza também parece estar sofrendo nas mãos desses marsupiais. Margherita Caruana, moradora de Southern Downs, também em Queensland, disse ao Courier Mail que seu jardim foi destruído por um canguru.

Mesmo tendo passado os últimos 30 anos cuidando de suas plantas, a costureira não guarda rancor do animal. "Até que comece a chover, simplesmente não conseguiremos nos livrar dos cangurus. Não é culpa deles", disse, já conformada.

Internacional