PUBLICIDADE
Topo

França proíbe polícia de usar estrangulamento como técnica de detenção

08.jun.2020 - Christophe Castaner, Ministro do Interior da França - ISA HARSIN / AFP / POOL
08.jun.2020 - Christophe Castaner, Ministro do Interior da França Imagem: ISA HARSIN / AFP / POOL

Do UOL, em São Paulo

08/06/2020 16h43

A polícia da França não poderá mais usar o estrangulamento para prender pessoas. A informação foi publicada pelo ministro do Interior do país, Christophe Castaner.

De acordo com ele, o uso do estrangulamento, descrito por Castaner como pressionar o pescoço ou a garganta de um indivíduo enquanto o mantinha no chão - o mesmo método usado em George Floyd -, era um "método perigoso" e não será mais ensinado no treinamento policial.

No mês passado, Floyd, que era um segurança negro, foi morto por um policial branco nos Estados Unidos enquanto estava detido. O policial pressionou o joelho contra o pescoço de Floyd, que ficou inconsciente e morreu.

"Eu ouço as críticas, ouço um poderoso grito contra o ódio", disse Castaner, referindo-se aos protestos do "Black Lives Matter" ("Vidas Negras Importam", em inglês) que ocorreram em várias grandes cidades francesas na semana passada.

O ministro francês anunciou ainda que os policiais deverão usar câmeras corporais, especialmente durante as prisões, e enfatizou a obrigação dos policiais de exibirem seus números de identificação (RIO). Ainda segundo Castaner, os policiais também terão que fazer treinamento anual obrigatório.

Internacional