PUBLICIDADE
Topo

Jovem que trabalhou como coletor de lixo é aprovado em Harvard aos 24 anos

Rehan Staton comemora aprovação na faculdade de direito da Universidade de Harvard ao lado do irmão, Reggie - Acervo pessoal
Rehan Staton comemora aprovação na faculdade de direito da Universidade de Harvard ao lado do irmão, Reggie Imagem: Acervo pessoal

Do UOL, em São Paulo

08/07/2020 20h23

Uma publicação de Rehan Staton no Facebook viralizou nas últimas semanas. Nela, o jovem norte-americano de 24 anos comemora o fato de ter sido aprovado na faculdade de direito da Universidade de Harvard, depois de ter trabalhado como gari na cidade de Bowie, estado de Maryland, para ajudar a família.

Ao longo da postagem, Rehan agradece principalmente ao irmão mais velho, Reggie, pelo apoio, e diz que nunca pensou que seria aceito na universidade. Além disso, destaca momentos difíceis pelos quais eles passaram.

"Acho isso meio engraçado, porque houve um tempo em que você era o único que pensava que eu iria para a faculdade. Louco, não é? Dito isso, é louco como recentemente fui chamado de 'self-made'. Se você riu, eu sei, isso me fez rir também", contou Rehan, que aproveitou para refletir sobre as portas que o irmão abriu para ele.

"Nós dois sabemos que, depois que mamãe nos abandonou, nossas vidas se tornaram muito turbulentas. Eu estava pensando nisso hoje, mas acho que nunca percebi como isso o forçou a crescer. Lembro que, na sétima série, houve inúmeras vezes que nossa eletricidade foi cortada e não tínhamos muita comida para comer."

"Você se lembra que foi o ano em que meus professores tentaram me colocar em educação especial por causa das minhas notas ruins? Como eu poderia me concentrar nas nossas circunstâncias? Depois que você descobriu o que estava acontecendo, começou a encontrar maneiras de me trazer comida, para que eu não fosse infeliz nas aulas", escreveu Rehan.

Na reflexão, Rehan lembrou as tentativas no esporte e dos problemas de saúde que venceu com o apoio de Reggie. Mesmo assim, os dois tiveram que deixar planos de lado para ajudar o pai a sustentar a casa.

"Depois que meu pai sofreu um derrame trabalhando em três empregos para me ajudar na escola, prometi que me destacaria", escreveu. Ele começou a trabalhar e para uma empresa de coleta de lixo, acordando todos os dias às 4h, ao mesmo tempo em que estudava.

Mesmo mais velho que a média dos estudantes que entram em faculdades, Rehan não se abateu com os questionamentos a respeito da idade. Além do apoio da família, recebeu também de colegas da empresa.

"Você (o irmão) disse: 'Não se preocupe em se inscrever tarde demais. Aposte em si mesmo'. Se não fosse por você e alguns outros, eu nunca teria sido aceito em Harvard, Columbia ou na faculdade de direito da Universidade da Pensilvânia", escreveu, lembrando a rejeição social que enfrentava como coletor.

"Você me diz, como eu não posso rir quando as pessoas dizem que eu sou 'self-made'? Eu não teria chegado aqui sem você. E mesmo que nossos problemas estejam longe de terminar, prometo que sempre ficarei na briga. Eu te amo, irmãozão."

As aulas de Rehan Staton na Universidade de Harvard começam ainda em 2020.

Internacional