PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Mulher em trabalho de parto para e vota a caminho de hospital nos EUA

Mulher em trabalho de parto parou para votar antes de ir ao hospital na Flórida - Reprodução/WKMG-TV
Mulher em trabalho de parto parou para votar antes de ir ao hospital na Flórida Imagem: Reprodução/WKMG-TV

Colaboração para o UOL, em São Paulo

29/10/2020 21h36

Uma mulher em trabalho de parto fez seu marido parar a caminho de um hospital da Flórida para o nascimento de seu filho para que ela pudesse votar.

Karen Briceno Gonzalez, funcionária do Supervisor de Eleições do Condado de Orange, disse que estava processando as cédulas eleitorais por volta das 14h30 da terça-feira (27), quando um homem entrou com a carteira de motorista de sua esposa.

O homem explicou que sua esposa estava do lado de fora no carro e queria votar. "Eu disse que precisávamos dela no local, e ele basicamente me disse que não seria possível porque ela não iria ao hospital antes de votar", disse Karen à WKMG-TV.

A mulher sugeriu para a futura mãe que votasse pelo correio, mas ela se recusou. "A mulher estava em trabalho de parto, mas preencheu sua cédula enquanto controlava sua respiração", completou.

"Foi uma situação estranha, mas ela queria votar e esse era seu direito como cidadã americana. Queremos facilitar a cada eleitor o direito de votar, não importam as circunstâncias, não importa a situação", concluiu.

Internacional