PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Barco naufraga e idoso sobrevive após 22h sentado no motor, em alto-mar

Coberto por um plástico e sentado em um barco tombado, homem de 69 anos ficou 22 horas à deriva no mar. - Guarda Costeira de Kagoshima/AFP
Coberto por um plástico e sentado em um barco tombado, homem de 69 anos ficou 22 horas à deriva no mar. Imagem: Guarda Costeira de Kagoshima/AFP

Colaboração para o UOL

30/11/2021 10h45Atualizada em 30/11/2021 10h45

A Guarda Costeira de Kagoshima, no Japão, resgatou um homem de 69 anos que passou 22 horas à deriva no mar, sentado no motor de um barco virado de cabeça para baixo. No domingo (28) as águas estavam agitadas, o que deixou os oficiais responsáveis pelo resgate ainda mais impressionados com o fato de o idoso ter sobrevivido.

O homem, que teve a identidade preservada, saiu sozinho de Kagoshima no sábado, a caminho da ilha de Yakushima. No meio do trajeto, a embarcação virou. Mesmo assim, ele conseguiu ligar para um amigo que acionou a guarda costeira.

Apesar da agilidade no aviso, as buscas duraram quase o dia inteiro, até o momento em que avistaram o barco tombado com o idoso na parte traseira, agarrado a uma peça da hélice, sentado no motor e coberto com um plástico para se manter aquecido. "Ele ficou no mar sozinho por 22 horas. Estou surpreso com suas habilidades de sobrevivência", disse um oficial em entrevista à AFP.

Imagens divulgadas pela guarda mostram o momento exato do resgate, quando retiram o homem do barco virado e o colocam em uma boia antes de transportá-lo à lancha onde um grupo de oficiais realiza os primeiros atendimentos. "É um milagre ele ter sobrevivido", disse outro guarda ao jornal Asahi Shimbun.


Internacional