PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Pets pré-históricos: Influencer faz sucesso ao encontrar 'dragões vivos'

Dragão de Komodo solta veneno semelhante à cobra e ataca tudo que se move à sua frente - Reprodução/Instagram
Dragão de Komodo solta veneno semelhante à cobra e ataca tudo que se move à sua frente Imagem: Reprodução/Instagram

Do UOL, em São Paulo

14/05/2022 04h00Atualizada em 16/05/2022 15h47

Um influencer chamado Jay Brewer faz sucesso nas redes sociais por mostrar suas experiências com animais que vão de elefantes a cobras. A nova aventura dele foi encontrar dragões-de-komodo, animais que lembram os extintos dinossauros, e exibi-los na sua página de "pets pré-históricos".

Em um post em seu Instagram, Brewer aparece na ilha de Komodo, na Indonésia, no meio de dois grandes dragões. Destacam-se a pele enrugada, as patas com garras afiadas e a enorme língua do réptil.

"Olhando nos olhos deste 'dinossauro vivo'. Estamos em uma ilha perdida chamada Komodo com dragões vivos", escreveu ele, na legenda da publicação.

O dragão-de-komodo é um réptil da família de lagartos-monitores Varanidae, que podem pesar até 166 kg e medir 3 m de comprimento na idade adulta. O animal tem corpo resistente, cauda comprida, patas curtas e cinco garras poderosas em cada uma, feitas para rasgar a carne de suas presas.

Os dentes são pontiagudos, serrilhados e voltados para trás, atingindo até 2 cm de comprimento, representando enorme perigo a quem é pego por ele. O animal se alimenta de carniça e pequenos animais - como o porco selvagem, que pode ser engolido inteiro, sem precisar ser despedaçado.

O olfato destes dragões é o sentido principal para a caça, tanto que, se o vento estiver favorável, ele pode farejar um veado a 4 km de distância. A língua bifurcada do bicho é quase uma bússola para sentir o ambiente ao redor, pois capta moléculas de cheiro.

E sim, uma pessoa é passível de ser atacada por ele. Apesar dos 3 m de comprimento e o peso — além de parecer um animal lento no vídeo de Brewer —, o dragão-de-komodo pode atingir uma velocidade de até 20 km/h e ataca tudo que se move à frente.

Nas ilhas em que o animal vive, na Indonésia, ele já foi responsável por mutilações de adultos e crianças, tanto que as pessoas constroem casas em cima de pilares de madeira, com o propósito de evitar ataques.

O animal também solta um veneno perigoso, assim como uma cobra, sendo descrita até como uma "sopa de bactérias".

Quem é Jay Brewer?

Jay Brewer é fundador do zoológico Reptile Zoo e tem 6 milhões de seguidores no Instagram. Ele é famoso por alguns momentos virais, como ao ser quase picado por uma cobra e por ter carregado um espécime de 6,7 metros e 113 kg.

Em 2021, ele quase foi picado no rosto por uma cobra píton (Python) fêmea, que protegia sua ninhada de ovos. Jay ironizou a situação e alegou que estava "perto demais para meu conforto".

Meses depois, o cuidador postou um vídeo carregando uma cobra gigante de uma sala para outra e brincou na legenda que "quando ninguém está por perto para ajudar a mover uma cobra de 6,7 metros e 113 kg. Você mesmo faz à moda antiga".

Internacional