Conteúdo publicado há 3 meses

Ex-assessor de Obama é preso após ofender comerciante muçulmano

Stuart Seldowitz, ex-assessor de Barack Obama, foi preso ontem por discurso de ódio após ofensas a um muçulmano em Nova York.

O que aconteceu

Stuart Seldowitz foi gravado assediando um comerciante muçulmano em Manhattan. Seldowitz foi oficial de segurança nacional durante a administração de Obama nos EUA.

O ex-assessor perseguiu o vendedor e o chamou de terrorista. "Se matamos 4 mil crianças palestinas não foi o suficiente", diz Seldowitz em vídeo registrado.

Seldowitz tirava fotos do muçulmano e ameaçava enviar para a imigração. Ele também ofendeu o vendedor por não saber falar inglês. "Vai embora, eu só estou trabalhando", pedia o homem.

O próprio comerciante, de 24 anos, fez a denúncia à polícia, segundo o The New York Times. As acusações são de assédio agravado e de perseguição. O homem relatou estar com medo e irritado após os comentários islamofóbicos.

Em defesa, Seldowitz disse à polícia que proferiu as ofensas depois que o comerciante demonstrou apoio ao Hamas. O ataque ocorreu em meio as tensões da guerra Israel-Hamas, que se iniciou no dia 7 de outubro.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes