Conteúdo publicado há 2 meses

Dia 63 da guerra: 2 soldados de Israel e 6 palestinos morrem na Cisjordânia

A guerra entre Israel e o Hamas chega hoje ao 63º dia, enquanto incursões terrestres e bombardeios continuam na Faixa de Gaza. Em comunicado, Tel Aviv afirma que mais de 450 alvos foram atingidos ontem.

O que aconteceu

Pelo menos seis palestinos foram mortos em confrontos com as forças israelenses no norte da Cisjordânia, dizem as autoridades palestinas.

O campo de refugiados de Al-Faraa ao norte de Nablus foi invadido por tropas de Israel, segundo relatos da agência de notícias palestina Wafa. Não há confirmação de feridos.

As Forças de Defesa de Israel confirmaram a morte de mais dois soldados, elevando para 91 o número de militares mortos na ofensiva terrestre contra o Hamas desde o final de outubro.

Entre os alvos dos ataques de ontem estão complexos militares, postos de observação e depósitos de armas, de acordo com o governo de Benjamin Netanyahu.

Drones da Força Aérea Israelense foram usados para realizar ataques contra agentes do Hamas na área de Khan Younis, segunda maior cidade da Faixa de Gaza.

A Marinha de Israel atingiu locais pertencentes às forças navais do Hamas, no centro e no sul de Gaza.

As Forças de Defesa de Israel afirmam ter realizado um ataque contra um grupo de agentes armados do Hezbollah na área de Mount Dov, na fronteira com o Líbano.

Os militares também confirmaram que atingiram alvos na Síria em resposta ao lançamento de foguetes no Golã. Ontem, dois projéteis caíram em áreas abertas perto de Buq'ata, sem causar danos.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes