Conteúdo publicado há 1 mês

Cabos de internet são cortados, e internet é afetada no Oriente Médio

Empresas de telecomunicações alegaram que cabos de fibra ótica foram rompidos no Mar Vermelho. Ao menos 25% do tráfego de internet entre o Oriente Médio e a Ásia pode ter sido afetado, diz uma das companhias.

O que aconteceu

Pelo menos quatro cabos foram rompidos, diz uma empresa de telecomunicação de Hong Kong. A HGC Global Communications ressaltou que 25% do tráfego foi impactado, e que pelo menos 80% do serviço de internet da Ásia depende dos cabos de fibra ótica que passam pelo Mar Vermelho.

"Essa é uma ocorrência excepcionalmente rara e teve um impacto significativo nas redes de comunicação no Oriente Médio", informou a companhia no comunicado divulgado hoje.

A Seacom, empresa da África do Sul que teve um dos cabos cortados, disse que os testes apontaram para falhas na região do Iêmen. Em nota enviada à AFP, a empresa disse que tentava redirecionando parte tráfego, mas que alguns serviços ficaram fora do ar.

Houthis do Iêmen estariam focando em ataques aos cabos de fibra ótica na região. O grupo, que não assumiu a autoria do suposto ataque, também atacou recentemente navios mercantis no Mar Vermelho —e sofreu retaliação conjunta dos Estados Unidos e Reino Unido. Eles descrevem os atos como de solidariedade aos palestinos contra Israel na guerra de Gaza.

Os ataques no Mar Vermelho prejudicaram o transporte marítimo global e forçaram as empresas a redirecionarem suas rotas. Além disso, a chance de conflito alimentou os temores de que a guerra entre Israel e Hamas possa se espalhar e desestabilizar o Oriente Médio em geral.

*Com informações da Reuters

Deixe seu comentário

Só para assinantes