Conteúdo publicado há 1 mês

Brasileiro é preso nos EUA acusado de crimes sexuais contra crianças

Um brasileiro de 53 anos foi preso nos Estados Unidos acusado de praticar 12 crimes sexuais contra crianças e adolescentes no estado de Massachusetts.

O que aconteceu

Brasileiro foi detido em 28 de março, mas prisão só foi divulgada hoje. Informação foi divulgada pelo grupo americano ERO (Operações de Execução e Remoção) de Boston. "Este cidadão brasileiro foi acusado de alguns crimes horríveis e perturbadores", disse o diretor do escritório de campo em Boston, Todd M. Lyons.

O homem foi processado no Tribunal Superior de Middlesex, em 7 de abril de 2022, por diversas acusações de estupro contra crianças e adolescentes. "Não é o tipo de pessoa que queremos interagindo livremente com as crianças dos nossos bairros", acrescentou Lyons.

Homem vivia ilegalmente no país. De acordo com o ERO, ele imigrou para os EUA em 2001 com autorização para permanecer no país até 2002, o que não foi cumprido.

Brasileiro foi localizado em março de 2007 e ficou sob custódia. Na época, ele foi considerado apto à deportação de acordo com a Lei de Imigração e Nacionalidade e colocado em processo de remoção. No entanto, ele deixou a custódia no mês seguinte. Um juiz determinou que o prazo para a saída voluntária dos Estados Unidos fosse até junho de 2008.

Retorno aos EUA. Consta no texto publicado pelo ERO que ele conseguiu retornar aos EUA, em data desconhecida, sem a devida documentação.

Ele foi preso em 2021 pelo Departamento de Polícia de Everett. Na ocasião, o brasileiro foi acusado de agressão e estupro de uma criança. Um ano depois, a Justiça dos EUA mandou soltá-lo.

O nome do brasileiro não foi divulgado. Por isso, o UOL não conseguiu localizar a defesa dele.

Deixe seu comentário

Só para assinantes