PUBLICIDADE
Topo

Política

Veja frases dos senadores na votação de perda do mandato de Demóstenes Torres

Demóstenes Torres (ex-DEM-GO, à esq.) acompanha votação de sua cassação ao lado de seu advogado - Geraldo Magela/Agência Senado
Demóstenes Torres (ex-DEM-GO, à esq.) acompanha votação de sua cassação ao lado de seu advogado Imagem: Geraldo Magela/Agência Senado

Do UOL, em São Paulo e Brasília

11/07/2012 11h40Atualizada em 11/07/2012 12h30

O Senado Federal decide nesta quarta-feira (11) se cassa o mandato de Demóstenes Torres (sem-partido-GO, ex-DEM) por seu envolvimento com o bicheiro Carlinhos Cachoeira.

Abriram a sessão o relator Humberto Costa (PT-PE), que conduziu o processo no Conselho de Ética, e o relator Pedro Taques (PDT-MT), responsável prlo processo na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado. Em seguida, cinco parlamentares se inscreveram para falar, e Randolfe Rodrigues (PSOL-AP) encerrou as falas na tribuna.

Veja o que disseram os senadores que foram à tribuna da Casa. 


Humberto Costa (PT-PE), relator do processo no Conselho de Ética no Senado

  • 3529
  • true
  • http://noticias.uol.com.br/enquetes/2012/07/10/o-que-voce-acha-que-vai-acontecer-com-o-senador-demostenes-torres.js

"Que amigo é esse [Demóstenes] que não procura saber o motivo pela qual o amigo [Demóstenes] está sendo acusado de seis crimes?"

Senador Pedro Taques (PDT-MT), relator da matéria da CCJ (Comissão de Constituição do Senado)

"[Demóstenes] adotou conduta incompatível com o decoro, ferindo de morte a dignidade do cargo e a ética"

Mário Couto (PSDB-PA)

"Está faltando moralidade às casas legislativas deste país. Ainda falta muito para esta nação acreditar nesta Casa.  Estamos diante de um fato que nos dá um pouco de moralidade. Mas ainda falta muito para se chegar à moralização que o Senado tinha nos tempos de democracia, quando os senadores defendiam a Pátria e não eram submissos ao governo. É impossível defender o indefensável." 

Ana Amélia (PP-RS)

"Estamos vivendo sentimentos de frustração, tristeza e decepção. O Senado Federal não é um tribunal, é uma casa política. Esse julgamento tem, portanto, natureza política onde pesam nossas convicções, nossos princípios pessoais, mas principalmente os valores inerentes à necessidade de valorizar e defender o parlamento como instituição fundamental à democracia"

Ricardo Ferraço (PMDB-ES)

"Devemos perdoar o pecador, o pecado não."

João Capiberibe (PSB-AP)

"[Demóstenes] Engambelou a todos nós e à nação."

Antônio Carlos Valadares (PSB-SE)

"Aqui exercemos a vontade popular, expressada (sic) nas urnas pelo sentimento do povo. É este povo quem guia nossa consciência."

Randolfe Rodrigues (PSOL-AP), autor da representação do PSOL analisada e aprovada por unanimidade no Conselho de Ética

"Os fatos (...) são a demonstração de que o Estado é capturado pelo cumpliciamento da atuação em função de interesses privados. A votação de hoje é um sinal para milhões de brasileiros"

Política