PUBLICIDADE
Topo

Política

Ex-presidente da Petrobras América nega participação na compra de Pasadena

Do UOL, em Brasília

30/07/2014 17h16

O ex-presidente da Petrobras América José Orlando Melo de Azevedo disse nesta quarta-feira (3), em sessão da CPI Mista da Petrobras, que não teve participação da compra da refinaria de Pasadena.

O executivo negou ter participado da compra da refinaria nos Estados Unidos, negócio que resultou num prejuízo milionário para a estatal. Ele disse que apenas acompanhou o processo de arbitragem com a empresa belga Astra Oil, sócia da Petrobras no empreendimento.

"Não tive nenhuma reunião com ninguém da Astra nos quatro anos em que estive à frente da Petrobras América. A aquisição da refinaria foi em 2006 e 2007. Quando cheguei, em 2008, o processo de arbitragem já estava em andamento", relatou.

Segundo ele, o procedimento arbitral foi conduzido pelo setor jurídico da Petrobras, que recebia instruções da diretoria internacional da empresa e, por sua vez, estava ligada à diretoria executiva.

"Na verdade, em relação à refinaria, gastei 95% do meu tempo para melhorá-la em termos operacionais", resumiu. (Com informações da Agência Senado)

Entenda o caso da refinaria da Petrobras

Política