PUBLICIDADE
Topo

Política

PT diz que hoje corrupção é investigada e que gente importante vai presa

Do UOL, em São Paulo

05/05/2015 13h24

No programa que vai ao ar na noite desta terça-feira (8) em rede nacional de TV, o PT reivindica para si a responsabilidade pelas "mais importantes iniciativas contra a impunidade" tomadas no país e diz que hoje “a corrupção é investigada, e gente importante vai para a cadeia”. O programa já foi divulgado no perfil do partido no Facebook.

“Outra virada histórica do Brasil tem sido o combate à corrupção. E por mais que alguns setores da imprensa omitam, se você buscar a verdade, vai descobrir que o PT liderou as mais importantes iniciativas contra a impunidade”, afirma um dos apresentadores do programa.

“Essas iniciativas acenderam as luzes sobre o que os governos de antes faziam esconder. (...) Antes do PT, a Polícia Federal e o Ministério Público não tinham autonomia para trabalhar. Assim, a corrupção não aparecia, mas todo mundo sabia que ela estava lá. Hoje, a corrupção é investigada e gente importante vai para a cadeia”, prossegue um narrador sem citar diretamente governos anteriores.

A presidente Dilma Rousseff não aparece no programa. Os únicos integrantes do partido que aparecem são os ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e o presidente da legenda, Rui Falcão. Lula criticou o projeto da terceirização, aprovado na Câmara no mês passado e que seguiu para análise do Senado. Falcão afirmou que o petista que cometer malfeitos e ilegalidades será expulso do partido.

Durante o programa dez minutos, o partido procurou destacar mudanças que os governos petistas produziram no país e levantar bandeiras a respeito de temas debatidos atualmente no Congresso. O PT se opõe à redução da maioridade penal e à ampliação das possibilidades de terceirização nas empresas. E propõe a proibição do financiamento de campanhas eleitorais por empresas.

Veja a íntegra do programa do PT

Em vídeo, PT diz que combate a corrupção

Política