PUBLICIDADE
Topo

Ministro do TCU diz que governo terá que explicar R$ 104 bilhões em contas

Vinicius Konchinski

Do UOL, no Rio

13/08/2015 18h33

Relator do processo que avalia as contas do governo presidente Dilma Rousseff (PT) referentes a 2014, o ministro do TCU (Tribunal de Contas da União) Augusto Nardes, afirmou nesta quinta-feira (13) que o governo terá que responder por "indícios de irregularidades" em R$ 104 bilhões de execução orçamentária. 

Um relatório recentemente apresentado pelo MPF (Ministério Público Federal) detectou R$ 26 bilhões que não haviam entrado na análise anterior. Esse relatório justifica a dilatação do prazo para que Dilma responda sobre as supostas pedaladas fiscais e contingenciamento do Governo Federal, em mais 15 dias, até o próximo dia 28.

A quantia foi identificada em decretos que liberaram verbas, principalmente em projetos sociais, não analisadas pelo Congresso. As afirmações foram feitas em entrevista coletiva após o evento "Desafios para o sucesso das Olimpíadas Rio 2016 – realização e legado", no Rio de Janeiro.

Ele afirmou que não quer dar margem para dúvidas sobre a intenção do TCU de julgar as contas regularmante.

Pressão e segurança

O ministro do TCU afirmou ainda que recebeu mais de 12 mil e-mails desde que assumiu a relatoria do processo, tanto contra quanto pró-governo. Ele chegou a mostrar algumas mensagens aos repórteres que estavam no local.

Com medo de ameaças, Nardes disse ter reforçado a própria segurança e passou a andar acompanhado de seguranças.

Política