Alan Marques/Folhapress

Processo de impeachment

Pichações pedem amor e tolerância em muro na Esplanada dos Ministérios

Flávio Costa e Wellington Ramalhoso

Do UOL, em Brasília

"Tolere". "Bora se Amar". "Política não é o bem vs. o mal". "Olhem a que ponto chegamos!".

São estas as mensagens em pichações nos dois lados do muro metálico, instalado na Esplanada dos Ministérios para separar grupos pró e anti-impeachment.

No próximo domingo (17), os movimentos antagônicos acompanharão, sob a vigilância da Polícia Militar, a votação do plenário da Câmara que decidirá pela continuidade ou não do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff.

Em um trecho mais próximo ao Congresso Nacional foram colocados cartazes críticos à presidente Dilma Rousseff.

Com um quilômetro de extensão e dois de metros de altura, a barreira feita com chapas de aço é alvo de polêmica. A Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal alega que a medida é fundamental para garantir a integridade dos manifestantes. Do lado esquerdo do muro ficarão os manifestantes contrários ao impeachment, enquanto os favoráveis ao afastamento ficarão do lado direito.

 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos