Operação Lava Jato

Defesa de Lula pede investigação de procuradores da Lava Jato

Do UOL, em São Paulo

O advogado Cristiano Zanin, defensor de Luiz Inácio Lula da Silva, ingressou nesta quinta-feira (15) com uma representação no Conselho Nacional do Ministério Público em que pede a investigação dos procuradores do Paraná que denunciaram na quarta-feira (14) o ex-presidente.

"Fizemos o protocolo na data de hoje de uma representação perante o Conselho Nacional do Ministério Público para que seja apurada a eventual ocorrência de desvio funcional por parte dos procuradores da República que ontem concederam uma entrevista coletiva de forma espetaculosa a fim de tratar o ex-presidente Lula como chefe máximo de uma organização criminosa", afirmou Zanin.

Ele alegou que o tema é objeto de investigação no STF (Supremo Tribunal Federal) e não pode ser tratado pela Justiça do Paraná. "Esse tema sequer era objeto daquela denúncia que estava sendo anunciada. Aliás, sequer está sob a atribuição funcional daqueles procuradores. Porque o procurador-geral da República pediu uma investigação sobre este assunto, que está tramitando no Supremo Tribunal Federal. Então, jamais poderia aquela entrevista coletiva tratar deste assunto."

Zanin também disse que os procuradores desrespeitaram o princípio da presunção da inocência. "A forma como o assunto foi abordado de forma absolutamente desrespeitosa ao ex-presidente, buscando evidentemente a enxovalhar a honra e a reputação dele, não é compatível com a garantia constitucional de presunção da inocência".

Os procuradores da operação Lava Jato denunciaram Lula por corrupção passiva e lavagem de dinheiro.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos