No dia de suposta gravação, Temer deu posse a Serraglio como ministro da Justiça

Luciana Amaral

Do UOL, em Brasília

  • Marcos Corrêa/PR

    7.mar.2017 - O presidente Michel Temer discursa durante posse de ministros da Justiça e das Relações Exteriores

    7.mar.2017 - O presidente Michel Temer discursa durante posse de ministros da Justiça e das Relações Exteriores

No mesmo 7 de março, data em que o empresário da JBS Joesley Batista teria gravado conversa com o presidente da República, Michel Temer (PMDB), o peemedebista deu posse ao então ao ministro da Justiça e da Segurança Pública, Osmar Serraglio (PMDB-PR).

A cerimônia aconteceu às 15h30 no salão nobre do Palácio do Planalto e contou com a presença maciça de ministros, parlamentares e aliados do governo. Na ocasião, Temer também deu posse a Aloysio Nunes como ministro das Relações Exteriores.

Osmar Serraglio assumiu a pasta da Justiça após o então titular do cargo, Alexandre de Moraes, ser indicado por Temer para a vaga de ministro do STF (Supremo Tribunal Federal). A posição ficou em aberto com a morte de Teori Zavascki na queda de um avião no litoral de Paraty (RJ), em janeiro. Já Aloysio Nunes (PSDB-SP) assumiu o Itamaraty após pedido de exoneração de José Serra (PSDB-SP)  por motivos de saúde.

Segundo depoimento de Batista à PGR (Procuradoria-Geral da República), o encontro com Temer aconteceu à noite no Palácio do Jaburu, residência da Vice-Presidência. Na época, a assessoria de Temer informou que o presidente saiu do Planalto por volta das 21h10. A reunião com Joesley Batista, porém, não foi informada nem oficializada na agenda da Presidência.

Opinião: Novas delações tornam Temer personagem de desenho animado

Em 7 de março, pela manhã, Michel Temer participou de reunião do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o chamado "Conselhão". O grupo reúne empresários, personalidades, entre outros, para discutir e sugerir medidas ao governo. Nenhum integrante do conselho administrativo da JBS faz parte do Conselhão.

Outros compromissos de Temer registrados na agenda oficial de 7 de março incluem audiência com o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), e Alexandre de Moraes; com o deputado federal Valtenir Pereira (PMDB-MT); reunião do CPPI (Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos); e encontro com o presidente do Conselho dos Tribunais de Justiça, desembargador Pedro Carlos Bitencourt Marcondes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos