Deputados repetem voto e são as únicas abstenções sobre denúncia contra Temer

Bernardo Barbosa

Do UOL, em São Paulo

Os deputados Alexandre Leite (DEM-SP) e Rodrigo Pacheco (PMDB-MG) foram os únicos que se abstiveram na votação desta quarta-feira (25) sobre o prosseguimento da denúncia criminal contra o presidente Michel Temer (PMDB). Os dois já haviam optado pela abstenção na votação da primeira denúncia contra Temer, cujo avanço foi derrubado pela Câmara em agosto.

O governo conseguiu os votos suficientes para arquivar a denúncia da PGR (Procuradoria-Geral da República) e barrar a investigação em que Temer é acusado dos crimes de organização criminosa e obstrução de Justiça.

Na mesma denúncia, os ministros Eliseu Padilha (PMDB, Casa Civil) e Moreira Franco (PMDB, Secretaria-Geral da Presidência) também foram acusados de integrar organização criminosa. Agora, Temer, Padilha e Moreira só poderão ser processados após deixarem seus cargos.

Pacheco é presidente da CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara, órgão pelo qual passaram os pareceres sobre as denúncias contra o presidente. 

Alexandre Leite está em seu segundo mandato na Câmara dos Deputados. Ele é filho do presidente da Câmara dos Vereadores de São Paulo, Milton Leite, e irmão do deputado estadual paulista Milton Leite Filho. Todos são do DEM.

Temer ouve relato sobre Cunha e diz a Joesley 'tem que manter isso, viu'

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

UOL Newsletter

Para começar e terminar o dia bem informado.

Quero Receber

UOL Cursos Online

Todos os cursos