Topo

Globo satiriza Bolsonaro: 'E se o Jair do Zorra atendeu o porteiro?'

Ator Fernando Caruso imita Jair Bolsonaro no programa "Zorra", da Globo - reprodução/TV Globo
Ator Fernando Caruso imita Jair Bolsonaro no programa "Zorra", da Globo Imagem: reprodução/TV Globo

Do UOL, em São Paulo

02/11/2019 22h53

A edição de hoje do "Zorra", programa humorístico da TV Globo, satirizou Jair Bolsonaro (PSL). As primeiras imagens da atração mostraram Fernando Caruso imitando o presidente da República e brincando com o desabafo feito por ele na Arábia Saudita - na ocasião, ele se revoltou com reportagem da emissora sobre a citação de seu nome no caso do assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.

"Esse Zorra Total que não acaba! Quem garante que não foi o Jair desse Zorra Total aí que atendeu o porteiro no condomínio, hein? Patifes! Canalhas! Bem... Agora eu vou dar um pulo lá no Jornal da Record. Boa noite a todos aí", disse o ator, que a todo momento colocava e tirava os óculos do rosto e gesticulava para a câmera.

Enquanto imitava o presidente, Fernando Caruso citou programas da própria Globo. "Isso tudo é uma patifa"ria, TV Globo! Patifes! Canalhas! Como é que a Maria da Paz ganhou o Best Cake? É tudo manipulação isso daí! O brasileiro de bem sabe. E tem mais: como é que a Nina não tinha um pen drive com as fotos da Carminha? E agora eles estão reprisando isso daí para enganar o povo de novo, é 24 horas isso daí", disse ele, referindo-se ao que acontece com personagens das novelas "A Dona do Pedaço" e "Avenida Brasil".

"É um absurdo, isso é um crime! Essa emissora canalha enganando o povo! E todo mundo sabe que o Louro José é um boneco, vocês não enganam ninguém, TV Globo! E eu quero saber onde é que aquele homem coloca aquela mão ali? Tem crianças assistindo a isso daí!", acrescentou.

"Patifes, canalhas! Mas em 2022 a gente se encontra, porque vai ter Copa no Qatar e eu vou questionar direitinho o seu Galvão Bueno para saber o que ele quer dizer com 'haja coração'. E esse 'Se Joga'? Para que três apresentadores, meu Deus? Para quê? É para insinuar alguma coisa com os meus três filhos, é isso? É muita coisa em cima de mim o tempo todo! É um crime contra o Brasil! Patifes! Canalhas!", concluiu o ator.

Governo Bolsonaro