PUBLICIDADE
Topo

Secretário de Saúde do Rio de Janeiro é exonerado do cargo

Edmar Santos foi exonerado do cargo de secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro neste domingo (17) - Reprodução/Facebook
Edmar Santos foi exonerado do cargo de secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro neste domingo (17) Imagem: Reprodução/Facebook

Beatriz Sanz

Do UOL, em São Paulo

17/05/2020 14h01

O secretário estadual de Saúde do Rio de Janeiro, Edmar Santos, foi exonerado do cargo hoje. A informação foi confirmada por assessores do governador Wilson Witzel.

A justificativa oficial para a saída de Santos foi de "falhas na gestão de infraestrutura dos hospitais de campanha para atender as vítimas da covid-19", mas ele já estava sob forte pressão desde que que iniciaram uma série de denúncias de fraudes na compra de respiradores durante a crise sanitária do coronavírus.

O médico Fernando Ferry foi anunciado como substituto da pasta.

O número dois da Saúde no Rio de Janeiro, o ex-subsecretário estadual de Saúde Grabriell Neves, e outras três pessoas foram presas no início do mês a pedido do MP (Ministério Público).

Já nesta semana, a Polícia Federal deflagrou a operação Favorito, que prendeu mais suspeitos de fraudarem licitações da Saúde.

Na última quinta-feira, o governador Wilson Witzel (PSC), defendeu as investigações nas redes sociais. "Apoio as investigações que estão sendo realizadas pelos órgãos de controle e que estão identificando irregularidades. É inadmissível que pessoas queiram cometer ilícitos, principalmente neste momento de pandemia e de luta pela vida de milhões de pessoas"

Coronavírus