PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
3 meses

Doria sobre ataque de Crivella: 'Encerra seu ciclo de forma melancólica'

Do UOL, em São Paulo

19/11/2020 10h58Atualizada em 19/11/2020 11h21

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), disse hoje que o prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), "se apequena" e "encerra seu ciclo de forma melancólica" depois que um vídeo em que o candidato à reeleição aparece xingando o tucano viralizou nas redes sociais.

Nas imagens, Crivella, em tom exaltado, grita que Doria é "vagabundo" e também usa um termo homofóbico, "viado", para ofendê-lo. O prefeito estava falando sobre as OS (Organizações Sociais) de saúde.

"Lamento que o prefeito do Rio de Janeiro, um pastor que deveria ser um exemplo, faça ataques, use palavrões e o preconceito para se referir a um governador. O prefeito Crivella se apequena e lamentavelmente encerra seu ciclo de forma melancólica", escreveu Doria em sua conta no Twitter hoje.

De acordo com o jornal O Globo, os xingamentos aconteceram em uma reunião com filiados do Republicanos que disputaram a eleição para vereador. O evento aconteceu ontem, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

O vídeo foi publicado no Facebook por Sandro Avelar, presidente da escola de samba Império Serrano. Ele apoia Eduardo Paes (DEM) no segundo turno da disputa pela prefeitura do Rio.

Em pesquisa divulgada ontem pelo Ibope, Paes lidera a disputa pelo segundo turno com 53% das intenções de voto, contra 23% de Crivella.

Prefeito pediu desculpas

Em nota enviada ao UOL, a campanha de Crivella disse que a manifestação do prefeito foi um "momento de revolta" e pediu desculpas ao governador de São Paulo.

"A fala foi um momento de revolta pela OS reter o salário de médicos e enfermeiros mesmo tendo recebido da prefeitura. Em tempos de pandemia isso pode custar vidas. Marcelo Crivella pede desculpas pelos excessos, e ao governador João Doria."

Depois Crivella divulgou a mesma mensagem nas redes sociais.

Política