PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Não há melhor homenagem do que continuar trabalhando, diz vice de Covas

Nathan Lopes

Do UOL, em São Paulo

15/05/2021 09h23Atualizada em 15/05/2021 12h06

O prefeito de São Paulo em exercício, Ricardo Nunes (MDB), manteve uma agenda hoje como homenagem ao prefeito licenciado, Bruno Covas (PSDB). "Acho que a melhor homenagem que a gente pode fazer ao prefeito Bruno Covas é continuar cuidando da população", disse.

Ontem, em boletim médico, o Hospital Sírio-Libanês informou que o quadro clínico de Covas é irreversível. Ele está internado desde o início do mês para o tratamento de um câncer.

Nesta manhã, Nunes esteve em uma escola pública no Campo Belo em razão do Dia D da Vacinação contra a influenza. Na agenda, ele foi acompanhado pelos secretários da Saúde, Edson Aparecido, e da Educação, Fernando Padula.

Segundo o prefeito em exercício, Covas sempre orientou a equipe a não parar as atividades em razão de seu estado de saúde. "É o que ele sempre cobrou da gente, mesmo agora que ele teve essa última internação, de que a cidade não parasse, que cuidasse das pessoas", comentou Nunes. "Ele estava sempre cobrando de toda nossa equipe, equipe coesa, equipe que tem seguido e que continuará seguindo as orientações do prefeito."

Não existe melhor homenagem ao prefeito do que a gente continuar trabalhando
Ricardo Nunes (MDB), prefeito de São Paulo em exercício

Ao dizer que manter a agenda é seguir "exatamente o que o Bruno nos pediu", Nunes pontuou que a equipe continuará cuidando da população, "que elegeu a ele e a mim para isso".

Nunes lembra que esteve presencialmente pela última com Covas na quinta-feira (13), mas que ainda ontem chegou a conversa com ele por WhatsApp e telefone.

Aparecido também concorda que manter o trabalho é a melhor homenagem a Covas. "E ele quer que seja dessa maneira. É trabalhando, é cuidado da população da nossa cidade", disse o secretário de Saúde da cidade, que lembrou que "o Bruno enfrentou a pandemia, enfrentou a doença, enfrentou uma campanha eleitoral de cabeça erguida".

Secretário da Educação, Padula recorda que conhece Covas há 30 anos e diz ter certeza que o prefeito licenciado "ficaria muito bravo se a gente cancelasse essa agenda".

Política