PUBLICIDADE
Topo

Política

Conteúdo publicado há
1 mês

Políticos lamentam piora de Bruno Covas e quadro irreversível

Políticos lamentam piora de Bruno Covas e quadro irreversível - Zimel Press
Políticos lamentam piora de Bruno Covas e quadro irreversível Imagem: Zimel Press

Colaboração para o UOL

14/05/2021 21h11Atualizada em 14/05/2021 21h41

Políticos brasileiros se manifestaram na noite de hoje lamentando o boletim médico do Hospital Sírio-Libanês onde Bruno Covas (PSDB) está internado para o tratamento de um câncer desde o início de maio. Com um quadro clínico considerado irreversível pela equipe médica, deputados federais, estaduais e senadores manifestaram solidariedade à Covas e sua família.

Bruno Covas tem 41 anos e está internado na capital paulista desde o começo do mês após ter um sangramento agudo na cárdia, região que liga o estômago e o esôfago e onde o prefeito teve registrado seu primeiro tumor, em 2019.

O deputado federal Orlando Silva (PCdoB-SP) que também foi candidato à prefeitura de São Paulo na eleição vencida por Covas em 2020, desejou "energias positivas" para o prefeito.

"Minhas orações, pensamentos e energias positivas para o prefeito Bruno Covas que teve nova piora. Que se faça todo o possível. Que Deus abençoe a ele e sua família.", publicou Orlando Silva em seu perfil no Twitter.

Governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), desejou força e fé para a família de Covas, em especial para seu filho, Tomás. Barbalho disse também que o prefeito é um "exemplo de luta pela vida".

"Desejo força e fé para a família de Bruno Covas, de maneira especial ao seu filho, Tomás. Bruno é um exemplo de luta pela vida. #ForçaBruno", escreveu.

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) também prestou solidariedade à família de Covas e desejou força ao prefeito.

"Toda minha oração e carinho ao prefeito da nossa cidade, Bruno Covas, e sua família. Desejo forças", escreveu.

Vereador da capital paulista, Eduardo Suplicy manifestou tristeza e "vontade" que Covas possa se recuperar.

"Dada a notícia de irreversibilidade da condição de saúde do prefeito Bruno Covas, transmito a todos a minha tristeza, oração a Deus, vontade que possa ainda ocorrer um milagre para que ele se recupere plenamente.", disse Suplicy.

Pelo Twitter, a deputada estadual de São Paulo Isa Penna (Psol) demonstrou solidariedade pelo momento que Covas e a família passam.

"O prefeito Bruno Covas tem piora e boletim médico fala de quadra irreversível! Reforço o que disse anteriormente: toda solidariedade ao prefeito e à familia que passam por esse momento.", disse ela.

O prefeito está licenciado do cargo desde o início do mês e, desde então, o prefeito em exercício, Ricardo Nunes (MDB), está no comando da cidade de São Paulo.

Política