De quanto em quanto tempo precisamos limpar cada canto da casa?

André Carvalho

Do UOL, em São Paulo

  • Getty Images

Não precisa parecer um hospital, mas também não pode ser um enorme depósito de coisas amontoadas e sujas a espera de um trato que custa a vir. Nossa casa precisa de limpeza regular, mas quão regular? 

As bactérias estão em todos os lugares. Em alguns lugares da casa, eles tendem a aparecer em proporção maior e de forma mais perigosa. Para Isabela Rodrigues, coordenadora de controle de infecção do Hospital Universitário de Brasília, dois cômodos exigem atenção redobrada na limpeza: o banheiro e a cozinha.

"O banheiro é uma área que precisa ter cuidados com a limpeza, já que é um local onde há dejetos, fluidos orgânicos e é onde fazemos nossa limpeza íntima. Então temos que ter cuidado para evitar a manipulação e, muitas vezes, uma contaminação por microrganismos que fazem parte dessa microbiota da genitália", explica Isabela.

No caso da cozinha, a presença de alimentos estragados ou fora do prazo de validade é algo que deve ser evitado a todo custo. "Tudo isso pode favorecer o surgimento de bactérias que podem causar algum tipo de doença", diz a enfermeira. No caso da geladeira, a presença de alimentos estragados pode levar ao surgimento de bactérias perigosas como as do gênero Salmonella.

Maçanetas e interruptores, locais onde há grande manipulação, também costumam ser abrigadouros de bactérias. A recomendação: lavar sempre a mão. Mas cuidado, o uso de sabonetes antibacterianos pode matar bactérias "saudáveis" que habitam nosso corpo.

"Sabonete antibacteriano tem que ser usado com muito critério", afirma Isabela. "Nós temos bactérias sobre a superfície da nossa pele e em algumas áreas do nosso organismo que não nos causam doenças. Então se você retirar essa camada de microrganismos que são saudáveis ao nosso organismo, você acaba fazendo com que outros microrganismos de uma virulência maior possam se alocar naqueles espaços vazios que a gente deixou pelo uso excessivo destes sabonetes".

Se precisamos preservar as bactérias "boas", as "más" devem ser eliminadas sem piedade. Saiba, então, qual a regularidade ideal para fazer a limpeza de alguns "abrigadouros de bactérias" que estão presentes em nossas casas:

Reprodução/ivillage
Reprodução/ivillage

Banheiro deve ser limpo toda semana

O banheiro é um dos cômodos que requer mais cuidados com a limpeza. Isto vale para tudo que ali se situa. Segundo pesquisa realizada pelo Centro de Higiene e Saúde em Casa e Comunidade do Simmons College, de Boston, há mais bactérias causadoras de infecção na pele em uma banheira do que uma lata de lixo. Na pesquisa, foram encontradas bactérias em 26% das banheiras testadas, ao passo que nas latas de lixo o número foi de apenas 6%.
Getty Images
Getty Images

Roupas de cama devem ser trocadas a cada duas semanas

Os ácaros que gostam de habitar nossas roupas de cama podem, na verdade, fazer de nossos corpos seus lares sempre que nos movemos, de acordo com um estudo do Grupo de Pesquisas sobre Alergia do Instituto de Pesquisas Médicas Woolcock. O ideal é trocar a roupa de cama a cada uma ou duas semanas. Atenção, se você tem o costume de ir para cama sem tomar banho ou dormir nu, é bom lavar os lençóis com água quente.
Getty Images
Getty Images

Geladeira precisa ser limpa uma vez por mês

As gavetas de saladas contêm 750 vezes mais o nível de bactérias considerado seguro, de acordo com estudo realizado por pesquisadores da Microban Europe, fábrica europeia de tecnologia antimicrobiana. Nestes locais da geladeira, bactérias perigosas como as do gênero Salmonella e Listeria podem ser encontrados. Portanto, não espere os alimentos apodrecerem para agir!
Getty Images
Getty Images

Computador precisa ser limpo a cada 7 dias

De acordo com um estudo da Associação Dietética Americana, 70% dos norte-americanos comem em frente ao computador em algum momento do dia. A pesquisa mostrou que, nestes casos, há nos teclados dos computadores cinco vezes mais bactérias do que no banheiro. Apesar disso, cerca 10% dos entrevistados NUNCA os limpou. Tire um tempo da semana para limpar seu teclado e seu mouse, não vai levar mais que cinco minutos...
Getty Images
Getty Images

Travesseiros devem ser lavados a cada três meses

A fronha do travesseiro o protege das sujeiras diárias, mas não pense que ela vai mantê-lo totalmente distante dos ácaros e de outras bactérias. A recomendação é que, a cada três meses, ele seja lavado. Há também, uma vida útil para o mesmo: o ideal é que ele seja trocado a cada três anos, mas para aqueles que são alérgicos este prazo pode cair para seis meses.
Getty Images
Getty Images

Carpete: uma ou duas vezes por ano

Um carpete pode conter centenas de milhares de bactérias por metro quadrado. E esse número pode aumentar se você tiver um animal de estimação. Então, mais que passar o aspirador de pó, é preciso realizar uma limpeza profunda, com vaporizador e tudo, ao menos uma vez por ano.
Getty Images
Getty Images

Colchão deve ser aspirado a cada dois meses

Não adianta só lavar a roupa de cama regularmente, é preciso limpar o colchão também, sabia? Para Carolyn Forte, do Instituto Good Housekeeping, os colchões precisam ser aspirados a cada dois meses. Mas há exceções: se você tem algum tipo de alergia ou deixa seu animal de estimação dormir em sua cama, você pode precisar limpar o seu colchão com mais freqüência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos