Topo

Começa na França julgamento sobre implantes mamários defeituosos

Em Marselha

17/04/2013 07h40

O julgamento de cinco diretores da empresa francesa PIP, acusados de fraude pela fabricação de implantes mamários com um gel de silicone impróprio para uso médico, teve início nesta quarta-feira no tribunal correcional de Marselha, sul da França.

O tribunal deve examinar o pedido de adiamento do processo apresentado pelo advogado do fundador da PIP, Jean-Claude Mas. Outros advogados de defesa pretendem solicitar a anulação do processo.

O tribunal de cassação de Paris se declarou incompetente para examinar uma demanda de transferência do processo de Marselha apresentado por uma acusada.

Além de Mas, estão indiciados no processo o diretor geral da PIP Claude Couty, a diretora de qualidade Hannelore Font, o diretor técnico Lo¯c Gossart e o diretor de produtos Thierry Brinon. Os cinco podem ser condenados a até cinco anos de prisão.

Jean-Claude Mas foi cercado pelos jornalistas ao chegar ao tribunal de Marselha.

"Independente do caso, não é digno que vocês façam isto com um homem de 74 anos", declarou o advogado Yves Haddad.

As demandantes também estavam presentes no tribunal, instalado em uma área do parque de exposições de Marselha, pois as dimensões excepcionais do caso superam a capacidade do Palácio de Justiça.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{user.alternativeText}}
Avaliar:

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Notícias