PUBLICIDADE
Topo

Morre 2º missionário espanhol repatriado com ebola

O missionário católico espanhol infectado pelo vírus ebola, o padre Manuel García Viejo, foi transportado de Serra Leoa para hospital na Espanha - Reuters
O missionário católico espanhol infectado pelo vírus ebola, o padre Manuel García Viejo, foi transportado de Serra Leoa para hospital na Espanha Imagem: Reuters

Em Madri

25/09/2014 14h31

O missionário católico Manuel García Viejo, 69, repatriado na segunda-feira (22) para Madri, depois de contrair o vírus do ebola em Serra Leoa, faleceu nesta quinta-feira (25), segundo um porta-voz do hospital La Paz, de Madri.

Especializado em medicina tropical, o missionário, que trabalhava na África há 30 anos, era membro da Ordem Hospitalar de São João de Deus, à qual também pertencia o padre espanhol Miguel Pajares, 75, que em agosto passado foi o primeiro europeu infectado pela epidemia a ser repatriado.

Tratado com o soro experimental americano ZMapp, que não foi testado em humanos antes de administrado em agosto em dois americanos infectados na Libéria, Pajares morreu em 12 de agosto.

García Viejo não pôde ser tratado com ZMapp, utilizado agora com vários pacientes, porque os estoques esgotaram.