PUBLICIDADE
Topo

Vai para 11 o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil

Não há casos confirmados da doença no país e 33 suspeitas já foram descartadas - Divulgação FAB
Não há casos confirmados da doença no país e 33 suspeitas já foram descartadas Imagem: Divulgação FAB

Constança Rezende

Do UOL, em Brasília

12/02/2020 17h03Atualizada em 12/02/2020 18h46

Aumentou para 11 os casos suspeitos de coronavírus no Brasil, de acordo com balanço divulgado hoje pelo Ministério da Saúde. Até ontem eram oito casos suspeitos no país.

Os casos adicionais foram registrados no estado de São Paulo, que tinha até esta terça três casos suspeitos —agora são seis. Também há dois casos investigados no Rio de Janeiro, um em Minas Gerais, um no Paraná e um no Rio Grande do Sul.

Não há casos confirmados da doença no país e 33 suspeitas já foram descartadas.

Dos 11 casos suspeitos, todos estiveram na China, mas nenhum na cidade de Wuhan, cidade que sofre epidemia da doença. Seis são homens e cinco mulheres. A média da idade do grupo é de 25 anos.

O secretário-executivo do Ministério da Saúde, João Gabbardo, disse que há três justificativas para o número maior de casos suspeitos serem de São Paulo.

"São Paulo que é uma área onde há o maior número de casos do vírus de influenza e doenças gripais, devido ao clima. Além disso, há o número populacional de São Paulo e também é o local que recebe o maior fluxo de pessoas que vêm da China. Um dos itens do protocolo de casos suspeitos é que a pessoa tem que ter vindo da China", explicou.

Hoje, o Ministério da Defesa informou que os repatriados que se encontram em quarentena na Base Aérea de Anápolis permanecem com o quadro assintomático e passam por avaliações clínicas diárias. Ontem, foram concluídos os exames realizados pelo Laboratório Central do Estado de Goiás, nos quais todos obtiveram resultados negativos para coronavírus.

O grupo não entra no número de casos suspeitos da doença no Brasil por não apresentarem sintomas do vírus.

Saúde